Conceito.de
Conceito de

Gravura

Gravura é o nome da técnica artística que compreende a incisão ou entalhe de uma imagem numa superfície plana. E essa superfície pede ser madeira, pedra ou metal, que será utilizada a criação da matriz.

gravura
Uma gravura é um entalhe numa superfície plana

Essa matriz é depois aplicada com tinta e pressionada contra algum suporte, passando a imagem para o papel ou qualquer superfície selecionada.

A gravura possui uma longa história, com seu uso desde a antiguidade. O foco com o uso dela naquela época era reproduzir imagens e passar informações. Além do mais, ela foi importante na disseminação das obras de arte e para produzir edições em ampla escala por séculos.

Se você tem apenas alguns segundos, leia estes pontos chave:
  • A xilogravura, calcografia, litografia, intaglio e serigrafia são diferentes técnicas de gravura que empregam diversos materiais e processos.
  • A seleção de tintas, materiais e ferramentas é crítico para obter os melhores resultados em cada técnica de gravura.
  • Artistas de gravura escolhem o material da matriz (madeira, metal, pedra ou tela) com base na técnica que eles pretendem usar.
  • O processo de criação de uma gravura envolve a seleção e preparação da matriz, a aplicação de tinta e o processo de impressão - e cada passo é crítico para a reprodução fiel da obra.

Técnicas e tipos de gravura

E há várias técnicas de gravura, como a xilogravura (gravura feita na madeira), a calcografia (gravura feita com metal, alumínio ou aço, com o uso de água-forte e ponta seca), e a litografia (gravura em pedra).

Xilogravura

A xilogravura se trata de uma técnica de gravura em relevo, onde uma imagem é esculpida numa matriz de madeira. É posta tinta na parte elevada da matriz e essa é transferida para o papel por meio da pressão. Essa técnica possui raízes antigas e foi bastante usada para a criação de ilustrações e livros antes que houvesse a impressão moderna.

Litografia

Enquanto a litografia é um processo de gravura planográfica, em que a imagem é desenhada numa pedra ou placa de metal coberta por uma substância sensível à gordura, diferente do que ocorre com a xilogavura. A pedra ou placa é umedecida e a tinta assenta somente nas áreas desenhadas, sendo passada para o papel.

Intaglio

O intaglio envolve técnicas como água-forte e água-tinta, onde a imagem é incisa na matriz, possibilitando que essa tinta adentre nas áreas entalhadas.

A água-forte abarca o uso de ácido em prol de corroer a matriz, gerando linhas precisas, ao passo que a água-tinta possibilita variações tonais através de partículas que aderem à superfície.

Serigrafia

A serigrafia, ou silk-screen, por sua vez, é uma técnica de impressão que usa uma tela como matriz. E essa tela pode ser de seda ou material sintético.

Nessa técnica, a tinta é forçada por meio de áreas vazadas da tela a fim de gerar a imagem no suporte. Bastante usada na produção de camisetas, cartazes e outros, a serigrafia possibilita uma extensa gama de efeitos e é valorizada por ser muito versátil e por sua capacidade de produção em série.

Descrição das principais ferramentas usadas em gravura

conceito de gravura
A gravura pode ser feita em diferentes tipos de superfícies e usa diferentes ferramentas

As principais ferramentas usadas na gravura variam segundo a técnica utilizada.

Na xilogravura, por exemplo, o artista faz o uso de goivas e formões a fim de esculpir a matriz de madeira, ao passo que no intaglio, ferramentas como burins, ponta seca e ácidos são empregados na realização de incisões em metal. E na litografia, há o uso de ferramentas como lápis apropriado, pedras litográficas para desenho e substâncias químicas com sensibilidade à gordura.

Sobre as tintas, na xilogravura e no intaglio, é comum o uso de tintas à base de óleo ou água, com pigmentos moídos a fim de garantir uma aplicação uniforme. A litografia usa tintas específicas com base oleosa, já a serigrafia usa tintas serigráficas à base de água ou solvente, proporcionando uma variedade de cores.

Os papéis usados na gravura variam segundo a técnica. Na xilogravura e intaglio, são usados papéis de alta gramatura e que tenham propriedades absorventes. Na litografia, usa-se papéis especiais focando na impressão offset. Na serigrafia, a escolha dependerá da aplicação final, onde é comum o uso de papéis com mais espessura em prol de suportar as camadas de tinta.

A escolha cuidadosa das ferramentas, tintas e dos papéis é importante para obter resultados satisfatórios.

Sobre o processo de criação

O processo de criação de uma gravura se inicia com a escolha da matriz, que varia segundo a técnica selecionada:

  • Na xilogravura, o chamado de gravurista seleciona uma placa de madeira e entalha a imagem ali usando goivas e formões.
  • No intaglio, se usam placas de metal como cobre ou zinco, em que a imagem é entalhada com ferramentas específicas.
  • Já na litografia é usada uma pedra calcária ou mesmo placas de metal, a qual será revestida com uma substância que é sensível à gordura;
  • Por fim, a serigrafia usa uma tela de seda ou algum material sintético como matriz.

A preparação da matriz compreende um tratamento químico, se necessário. É aplicada ainda alguma substância que ajude a proporcionar aderência para a tinta. Depois a matriz recebe a tinta, sendo removido o excesso, a deixando somente em áreas desejadas. Na impressão, a matriz seria pressionada contra um suporte, a exemplo do papel, passando a imagem.

Este processo exige habilidade técnica e criatividade. A seleção cuidadosa da matriz e a preparação apropriada dessa impactam de forma direta na qualidade final da gravura, ao passo que a aplicação ideal de tinta e o processo de impressão se tratam de etapas categóricas para a reprodução fiel de uma obra.

Citação

SOUSA, Priscila. (4 de Janeiro de 2024). Gravura - O que é, conceito, tipos e técnicas. Conceito.de. https://conceito.de/gravura