Conceito.de

Conceito de humildade

Escutar o artigo

A humildade é a virtude que consiste em conhecer as suas próprias limitações e fraquezas e agir de acordo com essa consciência.

O termo humildade vem do vocábulo latim humilĭtas e esse, por sua vez, provém de “húmus” que significa “terra fértil”. É por isso que em muitos casos o agir humildemente resulta no realizar de soluções simples, mas que trazem resultados satisfatórios para solucionar um dado problema.

Pode-se dizer que a humildade é a ausência de altivez. Trata-se de uma característica própria das pessoas modestas, as quais não se sentem mais importantes ou melhores que ninguém apesar dos seus pequenos feitos (sucessos). Por exemplo: “O campeão do último Grand Slam da temporada mostrou ser humilde ao jogar à bola durante mais de duas horas com as crianças que se tinham aproximado do estádio”, “A celebridade de Hollywood fez jus da sua humildade ao cumprimentar cada um dos presentes”, “A humildade não é uma característica própria deste cantor, pois está constantemente a criticar os seus colegas”.

As religiões tendem a associar a humildade ao reconhecimento da superioridade divina. Todos os seres humanos são iguais aos olhos de Deus, devendo agir e comportar-se como tal. Para o budismo, a humildade é a consciência que se tem do caminho a levar para se libertar do sofrimento.

Do ponto de vista da filosofia, Immanuel Kant afirma que a humildade é a virtude central da vida, uma vez que dá uma perspectiva apropriada da moral. Para Friedrich Nietzsche, em contrapartida, a humildade é uma falsa virtude que dissimula as desilusões que uma pessoa esconde dentro de si.

Para além das diferenças em termos de conceito, as pessoas partilham da mesma visão sobre a humildade como sendo a característica que levam as pessoas a realizarem uma ação sem proclamar os seus resultados. Suponhamos, por exemplo, que um homem joga bem futebol e que é humilde, este não deverá apresentar-se aos outros na qualidade de “melhor jogador” nem como sendo “o jogador que sempre marcou a diferença graças ao seu talento”.

É importante não confundir humildade com pobreza. Muitas pessoas acabam usando os termos como sinônimos, mas são distintos. Enquanto a humildade descreve quando uma pessoa sente-se num nível igual ao das demais pessoas, a pobreza descreve uma situação financeira precária, por exemplo:

– “Aquele homem era conhecido por sua tamanha humildade, pois sempre que via alguém precisando de ajuda não media esforços para prestar seu auxílio;

– “Era uma mulher bastante pobre, vivia numa casa em situação de risco com seus filhos e não tinha nem o que comer”.

Humildade é também uma característica de quem assume as suas responsabilidades, de quem cultiva outras qualidades como a sabedoria, a inteligência, a gentileza e a gratidão.

Uma pessoa humilde vai até a casa de uma pessoa que encontra-se em situação de pobreza e trata aquela pessoal igual, sem discriminação. Essa pessoa age com respeito e cordialidade independentemente da cor, raça ou condição financeira da pessoa com quem interage.

Logo, ser humilde não significa usar roupas usadas, viver sem bens ou mesmo sem uma pessoa sem confiança em suas capacidades, muito pelo contrário. Uma pessoa pode ser humilde e dispor de muitos bens, desde que eles sejam obtidos de forma legal e honesta, inspirando outras pessoas também. Uma pessoa humilde é também uma pessoa realizada.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (7 de Junho de 2011). Conceito de humildade. Conceito.de. https://conceito.de/humildade