Conceito.de

Conceito de independência

Independência é a qualidade ou a condição de ser independente (ser autónomo e não depender dos outros). O conceito tende a estar associado à liberdade. Exemplos: “Nunca me vou casar, pois quero manter a minha independência e não ter de prestar contas a ninguém”, “Para conseguir a independência dos meus pais, preciso de arranjar um trabalho que me permita pagar as minhas contas”, “Por culpa de uma penosa doença, o artista perdeu a sua independência e precisa da assistência de uma enfermeira em permanência”.

A noção de independência permite fazer referência a qualquer Estado que não dependa nem seja tributário de outro. Surgiu como conceito político na sequência da Declaração da Independência dos Estados Unidos que foi apresentada em 1776. A partir de então, muitos outros países começaram a responder ao colonialismo europeu com as suas próprias declarações de independência, que costumavam ser o fruto de processos complexos.

Antes de alcançar a independência, as colónias deviam travar guerras ou levar a cabo revoluções. Só então, por acção da força, os colonizadores acabavam por ceder o poder dos seus domínios.

A independência política estendeu-se à maioria dos países do mundo, ficando poucos territórios em conflito. Contudo, a independência económica e a independência cultural são simbólicas, uma vez que os estados mais poderosos impõem as suas condições aos restantes. Esta razão leva muitos movimentos políticos progressistas a promoverem uma nova independência, mais além da soberania política.

Convém destacar que a independência não é a mesma coisa que a autonomia. Este segundo conceito está relacionado com a descentralização do poder que outorga certas faculdades e competências a uma comunidade que, em última instância, continue a depender de um governo central.