Conceito.de

Conceito de minoria

Minoria é a parte menor das pessoas que formam um corpo, uma nação ou uma comunidade. Aqueles que compõem a minoria, por conseguinte, são numericamente menos que o grupo dos indivíduos que formam a maioria (o grupo maioritário).

Exemplos: “Creio que nós, que não compramos carros poluidores, somos uma minoria”, “Não podemos deixar de trabalhar só porque aquilo que temos vindo a fazer incomoda a uma minoria”, “As pessoas que repudiaram a visita do escritor constituem uma minoria”.

Regra geral, os sujeitos que formam o grupo minoritário de uma comunidade são facilmente identificáveis, pois diferenciam-se, por alguma característica, da maioria dos membros dessa sociedade. Se numa cidade com 1.000 habitantes houver 600 pessoas de cabelo preto, 280 de cabelo castanho, 100 de cabelo loiro e 20 ruivos, os indivíduos de cabelo avermelhado são uma minoria por se destacarem dos restantes pelas suas diferenças.

A nível político ou eleitoral, a minoria é o conjunto de votos que são contrários à opinião da maioria. Também se trata da fracção de um corpo deliberante que é menor que a parte maioritária. Numa Assembleia composta por oitenta deputados do Partido Azul, sessenta deputados do Partido Amarelo e doze deputados do Partido Branco, os integrantes deste último serão a minoria.

É importante que o Estado garanta, em todos os aspectos, o respeito pelos direitos da minoria. Se não existirem mecanismos legais a esse respeito, é possível que a maioria imponha a sua força numérica e menospreze os direitos do grupo minoritário.

Em sociologia, o termo minoria é usado para descrever grupos sociais que têm excluídos os seus direitos básicos, seja por questões financeiras, éticas, religiosas, etc. Um exemplo disso seria a minoria cristã no Egito, diante de uma maioria mulçumana, onde muitos cristãos foram assassinados por grupos extremistas (no ano de 2017 essa minoria era de cerca de 10% da população do Egito).

Alguns teóricos afirmam que o termo “minoria” não pode possuir uma única definição e que o conceito dele dependerá de quem o utiliza. Por outro lado, há aqueles que reduzem as características que são usadas para definir uma minoria.

Descreve-se como minoria um grupo de indivíduos que encontra-se em desvantagem social ou mesmo numa situação que é de dependência em relação a outro grupo, um grupo que é maioritário. Essa minoria costuma receber um tratamento mais regrado, com discriminação vindo da maioria. Um exemplo disso seriam as pessoas que vivem em situação de rua, sendo uma minoria que costuma ser esquecida e tratada como não sendo parte da sociedade.

É comum que as minorias travem uma constante luta em prol de que sua voz seja ouvida e para que eles também tenham seus privilégios, tal como o tem os grupos dominantes.

Outros exemplos de minorias são: pessoas idosas, indígenas, pessoas portadoras de algum tipo de deficiência, imigrantes, entre outros. Os povos ciganos, por exemplo, constituem minorias nacionais em certos países da Europa, do mesmo modo que os povos bascos constituem minorias em países como a França, Itália e Espanha.