Conceito.de

Conceito de pérgula

O termo latino pergŭla, que se pode traduzir como “varanda”, chegou à língua italiana como pergola. Em português, uma pérgula é uma estrutura que se instala em espaços abertos em jeito de decoração pois permite o crescimento de certos tipos de plantas que são ornamentais.

As pérgulas formam-se com duas filas de colunas frente à frente, vinculadas entre si por vigas instaladas de forma horizontal. Estas vigas criam uma espécie de passadiço ao unir as colunas que estão numa mesma fila, ao passo que, por outro lado, dão lugar a um gradilhado ou um tecto. É por cima deste gradilhado onde podem crescer plantas trepadeiras que, ao alcançar um certo grau de desenvolvimento, se fundem e cobrem as vigas, formando um tecto.

Pode-se dizer, por conseguinte, que as pérgulas cobertas por plantas conferem resguardo num jardim. Por hábito, encontram-se num lugar de passagem para que as pessoas as atravessem em certos momentos. As pérgulas, de qualquer forma, também se podem usar para cobrir cadeiras e mesas, fazendo sombra àqueles que usam o mobiliário.

É possível encontrar pérgulas feitas de diferentes materiais. A maioria das pérgulas são construídas em madeira ou metal, uma vez que são materiais que, com o tratamento adequado para permanecer à intempérie, são bastante resistentes.

Os reticulados (elementos que servem para dar sustentação às plantas trepadoras) e os caramanchões (uma espécie de pavilhão, geralmente circular) são outros elementos da arquitectura e da decoração com características similares às apresentadas pelas pérgulas.