Conceito.de

Conceito de tanino

Tanino é um conceito que deriva do vocábulo francês tanin. Trata-se de uma substância orgânica que se encontra na crosta/casca de algumas árvores e no interior de diversos frutos.

Os taninos são metabólitos secundários de alguns vegetais, que são solúveis na água e são adstringentes. Podem apresentar uma tonalidade entre o amarelo e o castanho, e dispõem de um sabor amargo.

Tendo em conta que desenvolvem uma reacção ao entrarem em contacto com o colagénio que se encontra na pele, o tanino é usado para a curtição de peles. A substância promove a união das proteínas de colagénio, uma característica que incrementa a durabilidade do couro (da pele) e o torna mais resistente.

Consoante as propriedades químicas e o anabolismo, os taninos podem classificar-se como taninos hidrolizáveis (compostos por ácidos fenólicos) e taninos condensados (que se formam através da antocianina).

A presença de taninos nas plantas obedece a diversas questões. As plantas têm taninos como mecanismo de defesa, pois estas substâncias podem causar repulsa nos animais herbívoros. Assim, animais como os macacos e as vacas evitam plantas constituídas por uma elevada quantidade de taninos.

Convém mencionar que os taninos têm certo grau de toxicidade. Deste modo, permitem que bactérias, fungos e diversos microorganismos não proliferem nas plantas.

Para a extracção dos taninos, procede-se à moagem de certas partes das plantas e obtém-se fragmentos residuais. Depois, por meio de um mecanismo industrial ou artesanal, separam-se os taninos.