Conceito.de

Conceito de piercing

Escutar o artigo

Piercing é um ornamento, geralmente feito de algum metal, usado em diferentes áreas do corpo através de perfuração.

piercing
O piercing pode ser usado em diferentes áreas do corpo

Esse ornamento pode possuir diferentes tamanhos e formatos, contudo é sempre leve e pequeno. Estudiosos afirmam que o uso dele é algo pré-histórico, remontando a milhares de anos atrás.

O piercing é um objeto que tem o propósito de atravessar a pele e essa é uma tradição que remonta a séculos atrás, onde civilizações antigas faziam o uso do mesmo como forma de demarcar posições numa hierarquia e com fins religiosos, por exemplo.

Na Índia, alguns adoradores hindus perfuravam a pele com ganchos há milhares de anos para afastar a varíola e honrar divindades.

Como muitos criativos da moda do século 17, William Shakespeare teve sua orelha perfurada.

Sobre o uso do piercing na história

Em 4.000 a.C., era comum que os esquimós e os povos das Ilhas Aleutas, que residiam no Alasca, usassem piercings como um símbolo para representar acontecimentos importantes na vida, tais como: o começo da puberdade, o casamento ou mesmo quando um deles se iniciava como um caçador.

Já no antigo Egito era comum que os faraós usassem piercings no umbigo como meio de representar a posição desses. Quem usassem um adorno assim significava que pertencia a realeza.

Na China, em 2.000 a.C., também havia a tradição do uso de piercing, nesse caso ele era usado por garotas adolescentes, com idade entre 12 a 13 anos, que tinham que se casar. Essas garotas então usavam um piercing na orelha, sendo esse feito de ouro.

O uso desse adorno, contudo, teve uma espécie de impedimento de progressão com os romanos, posto que os mesmos acreditavam que esse item era coisa pagã e subversiva, sendo considerado como uma ameaça aos valores cristãos.

Símbolo do piercing para diferentes povos

conceito de piercing
O uso desse adorno remonta a milhares de anos

Para as civilizações antigas, os piercings possuíam distintos significados. Os mesmos têm uma longa e rica história cultural e espiritual.

Os astecas e os maias usavam esse adorno com objetivos religiosos. Esses costumavam usar esse item na língua, sendo que remete a esses povos o começo do uso do piercing nessa parte do corpo. Esses também costumavam usar o adorno metálico nos lábios.

Por sua vez, os egípcios e também os indianos faziam uso desse adorno como meio de representar sua casta ou mesmo de mostrar a sua posição numa hierarquia.

Mas um povo que usava esse item simplesmente como adorno eram os romanos.

Não se sabe ao certo quem criou o piercing, contudo, uma figura de suma importância para a popularização dele foi a rainha Elizabeth II, a qual fez questão de exibir em sua coroação os brincos que usava raramente.

Nos anos de 1990, era comum o uso de piercings por jovens como uma espécie de representação para sua liberdade e rebeldia. Posto isso, o mesmo servia quase como um elemento de um ritual de passagem desses. E os artistas, cantores e bandas famosos, especialmente do cenário pop, contribuíram com a disseminação desse adorno, influenciando muitos jovens ao uso do mesmo.

Em casos mais extremos, haviam até mesmo mulheres que usavam piercings em seus mamilos, acreditando que isso faria os seus seios ficarem maiores. Esse era um costume na Europa no século 19.

Tipos de piercing

Piercing industrial ou transversal é aquele que possui uma hasta que vai de um ponto até o outro na orelha, havendo uma joia em cada ponta.

O hélix, por sua vez, é um tipo que é colocado na parte superior da orelha, um local onde esse adorno é frequentemente usado.

Já o snug é um piercing que se coloca no meio da orelha, na região da base.

Há ainda a chamado rook, contudo esse tipo não é para todos, já que o formato interno da orelha varia de pessoa para pessoa e nem todo possuem essa cartilagem onde é geralmente colocado esse piercing.

Há também o tragus, que quem sido cada vez mais comum em seu uso. Esse tipo costuma ser usado tanto por homens como por mulheres.

O tipo de piercing mais usado em toda a história era o que era disposto no lóbulo da orelha. Era comum que os romanos usassem esse tipo de e remetessem-no a uma posição elevada ou mesmo a sensualidade.

Já o uso do piercing no nariz se iniciou a cerca de 4.000 anos atrás no Oriente Médio, sendo que tempos mais tarde ele seria usado como símbolo de status social. Nos anos de 1960 e 1970, esse adorno chegou até o Ocidente e passou a ser usado pelos hippies e posteriormente os punks começaram a usá-lo.

Para s hippies, os piercings representavam um ato anti-conservador, fazendo o resgate de costumes primitivos, tal como acontece no caso das tatuagens.

E foi um fascínio orientalista pelas mulheres indianas que ajudou a catalisar a prevalência de piercings no nariz no Ocidente.

Há ainda o piercing para animais, que nesse caso, o com perfuração é proibido, contudo há os tipos em adesivos que tem sido amplamente usados por donos de pets em vários lugares.

Citação

SOUSA, Priscila. (30 de Junho de 2022). Conceito de piercing. Conceito.de. https://conceito.de/piercing