Conceito.de

Conceito de porcentagem

Escutar o artigo

Porcentagem é a divisão de qualquer número por 100. O termo tem sua origem no latim “per centum” e possui o significado de “por cento”.

porcentagem
A porcentagem é simbolizada por “%”

Se uma pessoa diz que 50% das vagas de emprego de uma empresa já estão preenchidas, isso quer dizer que se dividiu por 100 as 50 partes de um todo, logo, metade das vagas estariam preenchidas. Com isso poderíamos até mesmo saber qual foi esse todo, que nesse caso foi 100.

O símbolo usado para representar que se trata de uma porcentagem é “%”.

Para se realizar o cálculo de uma porcentagem, o que se costuma fazer é multiplicar números decimais ou frações. E é por isso que para se conseguir realizar o cálculo de porcentagens, antes é necessário ter domínio das quatro operações básicas: adição, subtração, multiplicação e divisão.

Na matemática financeira, a porcentagem é algo de suma importância para que se entenda como o dinheiro se comporta ao longo de um dado período. Nesse caso, ela é usada para representar dados relacionados a ações, por exemplo, ajudando também a construir gráficos comparativos, as alíquota de impostos, entre outros.

Formas de representação da porcentagem

A porcentagem pode ser representada de três formas: percentual, fracionária e decimal. E a seguir explicamos sobre cada uma dessas.

Na representação percentual, é usado o símbolo “%” logo após um número, desse modo: 15%, 30%, 22%, 125%. Essa é a forma mais comum e conhecida.

Já na forma fracionária há como fazer a representação de uma porcentagem por meio frações, seja uma fração simples ou mesmo uma fração irredutível. Para um melhor entendimento, veja a seguir um exemplo:

50% = 50/100 = 50/50 e 100/50 e tem-se: 1/2 de fração.

Enquanto isso, a representação em forma decimal faz uso da divisão. Nesse caso, o que se faz aqui é pegar a porcentagem e a dividir por 100, por exemplo: 50%/100 = 0,5.

Ainda sobre a porcentagem na forma decimal, para facilitar, (tendo em vista que a base é decimal) o que se pode fazer é pegar a porcentagem (30%, 25%, etc.) e andar duas casas para a esquerda com a vírgula, por exemplo: 40% ficaria 0,4, já 125% ficaria 1,25.

Nas universidades, cursos e empresas, por exemplo, problemas envolvendo porcentagens são bastante comuns. É por isso que o estudo desse assunto é algo tão importante para os alunos em diversas fases acadêmicas.

A porcentagem é fundamental na contabilidade de um negócio, onde se faz a representação da porcentagem de crescimento ou de perdas, por exemplo. E também é comum o uso desse recurso para representar a evolução do desempenho dos funcionários: “houve um crescimento de 20% na quantidade de clientes que retornavam para adquirir novos produtos no mês”.

Exemplo prático de porcentagem

Resolvamos o seguinte problema para que haja um entendimento melhor sobre o conceito de porcentagem:

“Uma fábrica produzia 100 peças de calças no mês, mas decidiu que queria aumentar isso e então ela contratou mais um funcionário e passou a produzir mais, tendo um aumento de 5% na produção”.

Como ficaria isso?

O que poderíamos fazer aqui é usar a forma fracionária, ficando assim:

5/100 x 100 = 5 x 100 e 100 x 1, tendo 500/100, então dividimos 500 por 100 e obteríamos 5. Isso quer dizer que a fábrica passou a produzir mais 5 peças por mês.

É comum o uso da porcentagem quando o objetivo é apresentar descontos numa loja, por exemplo, com expressões como: “50% de desconto” ou “50% off”.

Quando surgiu a porcentagem

conceito de procentagem
Ofertas em lojas, por exemplo, podem apresentar descontos em forma de porcentagem

De acordo com dados históricos, a porcentagem teria sido um recurso que nasceu em Roma, no século I a.C, sendo o resultado de um decreto do imperador romano, o qual estabeleceu a cobrança de diversos impostos, onde estava também o chamado “centésimo” (centésimo rerum venalium). Esse centécimo era cobrado sobre as mercadorias comercializadas, obrigando os comerciantes a pagarem um centésimo do que vendiam.

Naquela época, os cálculos realizados com porcentagem não possuíam ainda o símbolo %, sendo que tais cálculos eram feitos de modo bastante simples. Para saber qual a porcentagem de algo o que se fazia era pegar o todo e dividir por 100, em seguida pegavam as partes que se desejava, por exemplo: em 25/100 o que se fez foi pegar um valor e o dividir por 100 e depois pegar vinte e cinco partes desse.

Com o comércio ficando cada vez mais intenso, por volta do século XV, então surgiram lucros, prejuízos e juros, o que fez com que fosse necessária uma evolução para a padronização da porcentagem. E assim os matemáticos resolveram definir uma base para o cálculo das porcentagens, sendo essa base o 100.

Mas até aquele momento ainda não se tinha o símbolo da porcentagem. O que as pessoas faziam naquela época era usar “p cento”, por exemplo, para referirem-se a porcentagem. É devido a isso que muitos documentos históricos, como os dos romanos, apresentavam escritas como “L p cento” (para representar 50%) ou mesmo “X p.c” (para representar 10%). Veja que os romanos ainda usavam os seus algarismos nas representações.

Citação

SOUSA, Priscila. (14 de Julho de 2022). Conceito de porcentagem. Conceito.de. https://conceito.de/porcentagem