Conceito.de

Conceito de problemas ambientais

Um problema é um transtorno ou um inconveniente que surge num determinado âmbito da vida e que se deve resolver para regressar à normalidade. Os problemas, por conseguinte, são dificuldades ou barreiras que surgem no caminho para uma meta.

Ambiental, quanto a si, é um adjetivo que designa aquilo que está relacionado com o ambiente (o entorno físico, económico ou de outro tipo). Também se pode entender o ambiente como sendo a atmosfera ou a natureza em geral.

Os problemas ambientais, por conseguinte, são contrariedades ou perturbações que se produzem no entorno natural. Pode-se tratar do efeito de uma contaminação, como um derrame de petróleo no oceano ou a emanação de gases tóxicos na atmosfera.

O ser humano é o responsável dos problemas ambientais. Quando o transtorno ocorre por ação da natureza, fala-se de desastre natural (como a erupção de um vulcão).

A falha na central nuclear de Chernobyl que teve lugar em 1986 é um claro exemplo de como a atividade humana pode provocar graves problemas ambientais. A explosão nesta central nuclear soltou para o ambiente grandes quantidades de óxido de európio, brometo de boro, dióxido de urânio e outras substâncias tóxicas que provocaram centenas de milhares de afetados.

O crescimento do buraco na camada do ozono devido às emissões poluidoras de diversas indústrias é outro exemplo de problema ambiental. Este orifício faz com que a camada de ozono não filtre os raios ultravioletas que procedem do Sol, provocando um incremento no risco de alterações genéticas e cancro de pele nos seres humanos.

Mas além da poluição do ar, existem muitos outros problemas ambientais que afetam os animais, o homem e todo o meio ambiente, tais como:

– O desmatamento: florestas sendo destruídas e acabando com o habitat natural, afetando drasticamente a biodiversidade, mas causando ainda um enorme desequilibro ambiental, uma vez que essas florestas são também importantes para evitar que o carbono esteja na atmosfera e nos oceanos;

– Extinção de espécies: caça ilegal e desmatamento estão entre as principais causas da extinção de muitas espécies de animais pelo mundo, causando também um desequilíbrio no meio ambiente. Barcos de pesca acabando com populações inteiras de animais aquáticos e animais selvagens sendo caçados até a extinção a fim de suprir as necessidades do homem sem controle, como as crenças de que chifres der rinocerontes tem propriedades medicinais e, devido a isso, esses animais são caçados e mortos;

– Superpopulação: o crescimento populacional acelerado afeta os recursos naturais, ou seja, daqui a alguns anos faltarão elementos essenciais como água e alimento para muitas pessoas;

– Degradação do solo: com o solo danificado, a vida na terra será também comprometia, já que é da terra que provém o sustendo do homem. E existem muitas coisas que tem feito com que o solo sofra, tais como a exploração excessiva pela agricultura sem que haja um descanso, para pastagens, a compactação do solo, erosão, entre outras. Anualmente, uma grande parcela do solo agrícola é degradado.

Todos esses problemas acima representam uma enorme ameaça para a vida no planeta Terra e, logo, devem ser discutidos.