Conceito.de

Conceito de quarks

Quark é um termo que, apesar de ser anglicismo, é reconhecido entre os lusófonos. Trata-se de um conceito que se usa no âmbito da física para designar um tipo de partícula elementar, cuja existência nunca se dá de forma isolada, uma vez que um quark está sempre associado a outro quark.

As partículas elementares são aquelas que não têm componentes mais simples. Hoje em dia, os cientistas reconhecem os bosões gauge e os leptões como únicos membros deste grupo.

A principal particularidade dos quarks é que são os únicos elementos que desenvolvem os quatro tipos de interacções fundamentais podendo ser levadas a cabo por uma partícula. Isto significa que os quarks podem realizar interacções gravitacionais, interacções electromagnéticas, interacções nucleares débeis/fracas e interacções nucleares fortes.

Os cientistas reconhecem seis tipos de quarks: quark fundo, quark abaixo, quark acima, quark cume, quark extraño e quark encanto. O hábito é que os quarks se associem em grupos de dois ou três. Acredita-se que possam existir grupos de até cinco quarks, mas ainda falta algo que comprove cientificamente esta hipótese.

No que toca à quantidade de quarks de cada um dos grupos, podem ser: mesões (dois quarks), bariões (três quarks) ou pentaquarks (cinco quarks).

A combinação das diversas classes de quarks permite a conformação de outros tipos de partículas subatómicas, como os neutrões ou os protões.