Conceito.de

Conceito de quimiossíntese

A quimiossíntese é o nome dado ao método de produção energética realizado por diversos organismos vivos. O mecanismo é levado a cabo através da síntese de trifosfato de adenosina (ATP), logo da liberação de energia que se produz através das reacções de oxidação que levam a cabo certos compósitos inorgânicos.

Noutros termos, uma reacção química inorgânica de oxidação libera energia, a qual é aproveitada em forma de trifosfato de adenosina. Esse aproveitamento é chamado quimiossíntese.

O organismo que realiza quimiossíntese toma a energia que se encontra em certos alimentos. Para o efeito, bombeia átomos de hidrogénio pelas membranas das células, algo que provoca uma diferença na concentração existente. Una vez terminada a acção, os átomos de hidrogénio regressam e liberam a energia que é usada para sintetizar a ATP.

Os organismos que estão em condições de desenvolver quimiossíntese são qualificados de quimiossintéticos ou quimioautótrofos. Os mesmos têm a capacidade de tomar dióxido de carbono para obter carbono, de uma forma semelhante à das plantas.

Há bactérias que vivem no fundo do mar e que recorrem à quimiossíntese para obter energia. Tendo em conta que os raios do Sol não chegam ao mundo submarino, é impossível que estas bactérias produzam energia através da fotossíntese: a quimiossíntese, por conseguinte, permite-lhes gerar as suas reservas energéticas.

Da mesma forma que a fotossíntese, a quimiossíntese apresenta duas fases bastante diferentes: numa produz-se poder redutor (a capacidade que têm algumas biomoléculas de actuar como receptoras de protões ou doadoras de electrões em certas reacções metabólicas) e AP-t (activador do plasminogénio tecidual, uma proteína ligada ao processo de dissolução de coágulos de sangue); na outra, é levada a cabo a fixação do dióxido de carbono.

Quando um organismo autótrofe alcança a quimiossíntese, é normal os quimiossintéticos mostrarem uma certa atracção às moléculas inorgânicas reduzidas que se encontram no meio, sendo as mais importantes o H2S (sulfuro de hidrogénio), o H2 (hidrogénio), o Fe2+ (ferro ferroso), o S2O (tiossulfato) e o S (enxofre elementar). Os electrões que tenham sido extraídos desses substractos entram numa cadeia que os transporta, de forma semelhante à respiração aeróbica (a qual consiste em extrair energia de moléculas orgânicas).

A raiz das características da quimiossíntese, muitos cientistas acreditam que este mecanismo de produção de energia se possa desenvolver noutros planetas, o que abre a possibilidade da existência de vida extraterrestre.

ÚLTIMAS DEFINIÇÕES

Conceito de

dorsal

O conceito de dorsal vem da palavra latina “dorsuāle”. É sobre o que está ligado às costas ou ao dorso. Por...

Conceito de

dopamina

A dopamina é um neurotransmissor: substância que, na sinapse nervosa, é responsável pela transmissão dos impulsos. Sinapse,...

Conceito de

doação

Doação é o ato e resultado de doar: oferecer, ceder de maneira voluntária, transferir algo sem esperar nada em troca. O...

Conceito de

dom

A noção de dom pode ter diferentes origens etimológicas e, portanto, diferentes significados. Quando o termo deriva da palavra...

Conceito de

dodecágono

O termo dodecágono, derivado da palavra “dodekágonos”, é usado no campo da geometria para nomear um polígono que...

Conceito de

domesticação

Domesticação é o ato e a consequência de domesticar: fazer com que um animal selvagem ou feroz modere seu temperamento e se...

Conceito de

domótica

A domótica é o conjunto de técnicas e sistemas que permitem realizar a automatização das várias instalações de uma casa....

Conceito de

FOFA

A sigla FOFA se refere a Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças. O conceito aparece em um tipo de análise que as empresas...

ARQUIVOS