Conceito.de

Conceito de radar

Radar é um termo que resulta de um acrónimo inglês: Radio detecting and ranging (detecção e localização por rádio”). Trata-se de um sistema que, através de radiações electromagnéticas, permite detectar a localização ou a velocidade de um objecto. A noção de radar também é usada para referir o aparelho que aplica este sistema.

Exemplos: “O radar do exército detectou um avião suspeito que voava sem autorização sobre o rio”, “De acordo com os radares da polícia, o automóvel circulava a 180 quilómetros por hora”, “O aeroporto dispõe de oito radares para controlar o tráfego aéreo”.

O que faz o radar é emitir ondas electromagnéticas que se reflectem no objectivo e se recebem na mesma posição do emissor. Essa espécie de eco permite processar diversas informações, como distâncias, velocidades, altitudes e direcções de objectos móveis ou estáticos.

Os radares têm múltiplos usos. Podem ser utilizados pelas forças armadas para conhecer a posição e os movimentos de diversos brancos; pela polícia para medir a velocidade à qual circulam os automóveis pela estrada; pela segurança aeroportuária para dar indicações aos aviões e evitar as colisões; pelo capitão de um barco para se guiar no alto mar; ou pelo serviço meteorológico para detectar precipitações (chuva), entre outras utilizações.

É possível classificar o radar de diversas maneiras segundo diversas variáveis. Desta forma, pode-se falar de radares monoestáticos, biestáticos, multiestáticos, de onda contínua, de onda pulsada, primário, secundário, de seguimento ou de procura, entre outros.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (26 de Julho de 2014). Conceito de radar. Conceito.de. https://conceito.de/radar