Conceito.de

Conceito de voodoo

Voodoo é o nome que recebe uma religião que tem as suas origens em África e que se foi desenvolvendo a partir do contacto com o cristianismo dos escravos que eram trasladados para a Europa e para a América. Estas pessoas começaram a combinar as suas crenças com outros elementos e assim se foram forjando as particularidades do Voodoo.

Pelo seu conjunto de rituais e crenças, o Voodoo é definido como animista (confere alma a objectos) e teísta (conta com divindades). Os seus cultores crêem no estado de trance como veículo para comunicarem com estas divindades e nos sacrifícios como oferendas.

É importante ter em conta que, devido ao sincretismo, o movimento que busca conciliar diferentes doutrinas, existem numerosas variantes do Voodoo, tendo-se mesmo desenvolvido religiões derivadas, como a umbanda e a santeria. Num sentido amplo, pode-se dizer que o Voodoo sustenta a existência de uma entidade que rege o universo sobrenatural, mas que não é acessível ao ser humano. Desta forma, os homens comunicam com esse universo mediante outras entidades que se conhecem como loas. Noutros termos, as loas são intermediários entre as pessoas e a principal entidade sobrenatural.

Cada loa é convocada e alabada de um modo diferente com rituais, danças e outras práticas. O Voodoo também contempla a participação de sacerdotes (houngan) que têm a capacidade de contactar as loas para que esses espíritos falem através destes.

Quando o houngan usa o seu poder para exercer o mal, dá-se-lhe o nome de bokor. Há quem acredite que o bokor consegue fazer magia negra, recorrendo a bonecos para fazer mal às pessoas ou convertendo os mortos em zombis.

Por outro lado, existe o chamado Voodoo de Nova Orleães, que também se conhece pelo nome de hoodoo ou conjure, e trata-se de um tipo de magia que usa a porção afro-americana dda população dessa região dos EUA. Formou-se a partir do sincretismo e, por conseguinte, combina práticas da tradição de várias religiões, como é o caso das tradicionais de África e Europa, alguns conceitos e práticas dos livros de magia europeus denominados grimórios, e práticas próprias de certas tribos americanas.

Alguns aspectos do Voodoo são bastante controversos, e isto torna-o numa fonte irresistível de conteúdo para guionistas e narradores de todo o mundo, especialmente para géneros como o terror e o suspense. No entanto, como costuma acontecer quando uma crença ou disciplina é levada para a ficção, muitas das histórias que giram em torno do vudú estão repletas de erros no que diz respeito às bases e às práticas desta religião, o que não a beneficiou em nada.

ÚLTIMAS DEFINIÇÕES

Conceito de

catálogo

A palavra grega ” katálogos”, que pode ser traduzida como “lista”, chegou ao latim como...

Conceito de

cataclismo

A origem etimológica de cataclismo encontra-se na palavra grega “kataklysmós”, que pode ser traduzida como...

Conceito de

casuística

A ideia de casuística é usada no campo da ética aplicada para se referir a uma análise de diferentes casos específicos que...

Conceito de

castor

Um castor é um animal mamífero que pertence à ordem dos roedores: aquelas espécies que possuem dentes afiados que usam para...

Conceito de

“casting”

O termo “casting” é originalmente do idioma inglês, mas também aparece no Dicionário Brasileiro da Língua...

Conceito de

castigo

Chama-se castigo a uma punição, uma pena ou uma reprimenda que é imposta a uma pessoa que praticou algum tipo de falta. Os...

Conceito de

castidade

O termo castidade, que deriva da palavra latina “castitāte”, refere-se à condição de casto: alguém que decide...

Conceito de

castanholas

Castanholas (ou castanhetas) são instrumentos de percussão cujas origens remontam a milhares de anos. Fabricadas com madeira,...

ARQUIVOS