Conceito de atrito




Ago 25, 11 Conceito de atrito

Do latim attrĭtu, para além de ser sinónimo do termo “fricção”, a palavra atrito refere-se à resistência que os corpos opõem quando se movem uns sobre os outros. Dá-se o nome de força de atrito àquela que resulta do atrito entre os corpos, isto é, que se opõe ao movimento de uma superfície sobre outra (de sentido contrário à componente da força que produz o deslocamento/movimento).

O atrito, enquanto força, é causado pelas irregularidades entre as superfícies em contacto. Ainda que sejam microscópicas, essas irregularidades dão origem a um ângulo de fricção.

É possível estabelecer uma distinção entre o atrito estático, que é uma resistência devendo ser superada de modo a fazer mover um corpo relativamente a outro com que esteja em contacto, e o atrito dinâmico, que é a magnitude constante que se opõe ao movimento uma vez iniciada.

A título de exemplo, o atrito estático ocorre se um motor ficar parado durante bastante tempo. Por sua vez, o chamado atrito dinâmico pode ter lugar com a acção dos pneus de um carro no momento de travar.

Existem brinquedos de atrito (ou de fricção) que imitam o comportamento de veículos, nomeadamente dos automóveis e dos camiões. A criança deve arrastar o respectivo brinquedo de frente para trás, de modo a que as rodas possam completar o mecanismo de atrito e ganhar impulso. Sempre que a criança solta o brinquedo em questão, as referidas forças permitem-no avançar.

No sentido figurado, em particular no plural (atritos), o vocábulo está relacionado com os desentendimentos e as desavenças entre colectividades ou pessoas. Por exemplo: “Os atritos entre judeus e palestinos fazem temer o despoletar de um novo conflito armado”.