Conceito de mercado




Out 25, 11 Conceito de mercado

O mercado é o ambiente social ou virtual propício às condições para a troca de bens e serviços. Também se pode entender como sendo a instituição ou organização mediante a qual os ofertantes (vendedores) e os demandantes (compradores) estabelecem uma relação comercial com o fim de realizar transacções, acordos ou trocas comerciais.

O mercado aparece a partir do momento em que se unem grupos de vendedores e de compradores, o que permite que se articule um mecanismo de oferta e procura.

Os primeiros mercados que apareceram na história da humanidade funcionavam através da troca. Com o aparecimento do dinheiro (a moeda, mais concretamente), começaram a desenvolver-se códigos de comércio. Por sua vez, o aumento da produção resultou no aparecimento de intermediários entre os produtores e os consumidores finais.

A economia contempla a existência de diversas classes de mercados: há mercados retalhistas, mercados grossistas, mercados de matérias-primas e mercados de acções (as bolsas de valores), por exemplo.

O mercado ideal de concorrência perfeita é aquele onde nem os compradores nem os vendedores possam interferir no preço final do bem ou do serviço trocado. Este sistema vê-se afectado ao aparecerem os monopólios ou oligopólios que fixam os preços por vontade própria.

Posto isto, para a existência de um mercado com concorrência perfeita deve-se obedecer a determinados requisitos como a existência de um elevado número de vendedores e comprados (onde a decisão individual de cada uma terá pouca influência sobre o mercado global), a homogeneidade do produto (todos os produtos oferecidos são iguais), a existência de transparência (os participantes têm pleno conhecimento das condições gerais em que opera o mercado) e o livre acesso à informação.