Conceito.de

Conceito de antítese

Escutar o artigo

Antítese é um recurso literário aplicado quando se deseja apresentar ideias opostas. Por meio dele consegue-se estabelecer um texto com mais dinâmica, também causando no leitor um efeito no que se refere a interpretação desse texto.

antítese
Antítese é uma figura de linguagem que se fundamenta na oposição de ideias

O termo vem do grego antithesis, que significa “oposição” ou “em oposição”. E ele designa a relação entre palavras com significados opostos. Exemplos de antítese são as palavras “paz” e “guerra” ou “bom” e “mal”.

A antítese indica quando uma pessoa ou algo se encontra em oposição direta a algo ou alguém. Esse recurso literário faz uso do chamado paralelismo, que é uma estrutura gramatical paralela, com simetria, com um equilíbrio entre as frases de uma oração.

É importante também saber que, como esse recursos trata-se de uma figura de linguagem, então as orações e frases que a possuem não devem ser entendidas de modo literal.

Exemplos de antítese

conceito de antítese
A antítese usa termos, num mesmo texto, que se opõem no quanto ao sentido

O uso desse recurso numa oração ajuda o leitor na interpretação de algo através da definição do oposto desse algo. Para uma melhor compreensão, vejamos a seguir alguns exemplos de antítese:

– O paciente encontra-se entre a vida e a morte – Nesse exemplo é apresentado o estado de um paciente, contrastando sua condição de vida com uma quase morte, isso cria um efeito lírico para quem lê essa frase;

– Ele disse que estava bonito, mas ela disse que estava feio;

– O chá está gelado e o café está quente;

– Há verdade e há mentira em suas palavras;

– A comida apimentada é um paraíso no paladar para muitos, mas torna-se um verdadeiro inferno no estômago;

– Falar pode ser uma prata, mas o silêncio pode ser ouro;

– Na vida temos altos e baixos, isso é normal;

– A vida é assim, vivemos entre erros e acertos.

Há esse recurso aplicado também na poesia popular, em sonetos e até mesmo na poesia barroca.

Um exemplo na literatura do uso de antítese pode ser visto no poema épico de John Milton, onde ele apresenta uma narrativa sobre a queda de Satanás, Lúcifer, o anjo caído, que foi jogado na Terra depois de tentar ter poder e autoridade nos céus, acima de Deus, assim como narra também a queda do homem. Há um trecho nesse poema onde é dito “Melhor reinar no inferno, do que servir no céu”, que se trata se uma antítese.

Há momentos em que é usada a antítese também em Fogo e Gelo, de Robert Frost.

Ditos populares e provérbios com antítese

É comum que haja antítese também em provérbios e em ditos populares. A seguir estão alguns exemplos:

– O que vem fácil, também vai fácil;

– Onde existe fumaça existe fogo;

– Se não pode vencê-los, então junte-se a eles;

– O que pode ser lixo para um homem pode ter o tesouro de outro;

– Onde há vontade, há também um caminho;

– Longe dos olhos e longe da mente;

– Um cão não ladra por valentia, senão por medo.

Antítese e paradoxo

Tanto antítese quanto paradoxo são figuras de linguagem, ajudando a propiciar mais expressividade para um texto. E podem tanto surgir em textos literários quanto nos textos não literários.

Enquanto a antítese faz uso de termos, num mesmo texto, que se opõem no que tange o seu sentido, o paradoxo, que também usa a oposição para seu fundamento, é algo que faz com que o texto tenha uma contradição, até mesmo uma falta de lógica, usando para isso algo que possui lógica, mas contradizendo os princípios básicos que os seres humanos seguem.

Posto isso, esses dois conceitos não devem ser confundidos, pois apesar de usarem a oposição, cada um possui uma designação quando aplicados num texto.

Exemplos de paradoxo:

– Ao me sentir vazio e solitário, meu coração se enche com muita tristeza – Como pode um coração sentir-se vazio, porém estar cheio de tristeza?

– Se tivermos um papel com uma frase acima dizendo “a frase abaixo é verdadeira” e logo abaixo uma frase onde estivesse escrito “a frase acima é falsa” – Como pode ser isso? Então uma das frases está equivocada, criando um paradoxo.

Exemplos de antítese:

– Verdades e mentiras estão no cotidiano de todos;

– A vida é feita de alegrias e tristezas.

Assim, podemos concluir que a antítese opõe termos que, por natureza, já são opostos, enquanto que o paradoxo faz a oposição de ideias num mesmo texto.

Antítese e justaposição

Outro recurso linguístico é a justaposição, que se trata de unir duas ideias que são distintas, mas não necessariamente opostas, tal como acontece com a antítese. E é importante também que não haja confusão quanto a esses.

Enquanto a antítese se fundamenta em ideias diferentes e opostas, a justaposição se fundamenta em ideias apenas diferentes, um escritor pode juntar duas ideias (com a justaposição) e elas não se oporem.

Citação

SOUSA, Priscila. (25 de Abril de 2022). Conceito de antítese. Conceito.de. https://conceito.de/antitese