Conceito de bairro


Dez 29, 12

Um bairro é uma subdivisão de uma cidade ou localidade, que costuma ter uma identidade própria e cujos habitantes partilham um sentido de pertença. Um bairro pode ter nascido por uma decisão administrativa das autoridades, por um desenvolvimento imobiliário (por exemplo, um bairro obreiro criado em redor de uma fábrica) ou pelo simples devir histórico.

O referido sentido de pertença e a identidade própria dos habitantes de um bairro provocam algum antagonismo para com aqueles que pertencem a outro bairro. É semelhante ao que acontece, por exemplo, com os clubes de cada zona, onde são vistos como grandes rivais. De um modo geral, os bairros vizinhos são os que mais se confrontam entre si e que exacerbam maior propensão aos conflitos.

Em muitos países, a noção de bairro está associada aos povos mais carenciados, que vivem em condições precárias de alojamento e, muitas das vezes, no meio de alguma tensão e violência. Neste sentido, um bairro, na acepção de bairro social, seria o que na Argentina se conhece como “villa miséria”, no Brasil como favela, em Espanha como “chabola” ou no Uruguai como “cantegril”, por exemplo. Em Portugal, para além das habitações sociais, há ainda os chamados “bairros de lata”, construídos à margem da lei.

A pertença a um bairro tem uma carga simbólica bastante forte do ponto de vista cultural. O bairro é visto como um espaço de tradições e práticas praticamente intocáveis, que conseguiu escapar ao avanço da modernidade e da globalização. Por isso, os moradores locais mostram-se orgulhosos por pertencerem a um ou a outro bairro. Aliás, aqueles que têm êxito económico e se mudam de um bairro humilde para outro com maior nível socioeconómico, tendem a manifestar um carinho especial pelo seu bairro de origem e nunca deixam de se reconhecer como fazendo parte do mesmo.