Conceito de boémia


Jan 23, 12

Do latim bohemĭus, o termo “boémia” tem diversos significados. A palavra está associada ao estilo de vida à margem das regras sociais e que privilegia a arte e a cultura acima das coisas materiais. No sentido lato, uma pessoa boémia é aquela que leva este tipo de vida. Por exemplo: “O João é um boémio, vive num vagão de comboio e dedica-se à pintura”, “As noites de boémia eram um clássico de Paris na década de 60”.

Estas acepções do termo também permitem referir-se à boémia em geral, como a comunidade de pessoas que vive desta forma: “A boémia de Buenos Aires reunia-se no Café Tortoni”, “Após o encerramento do centro cultural, a boémia perdeu o seu principal refúgio”.

A designação para este modo de vida surgiu a partir do uso originário do termo: Boêmia é uma região da República Checa de onde partiram muitos grupos de ciganos com destino a outros países europeus. Os ciganos, à semelhança dos artistas do século XIX, viviam com valores sociais diferentes dos da burguesia conservadora e sedentária. Desta forma, os intelectuais passaram a ser conhecidos como sendo boémios.

A Região de Boêmia circuncisa com a Polónia, a Áustria e a Alemanha. Encontra-se rodeada de cadeias montanhosas e tem a indústria, a agricultura e a extracção mineira como principais sectores da sua economia. Boêmia produz automóveis, ferro, maquinaria e outros produtos que são exportados para diversas regiões do mundo, inclusive para além das fronteiras europeias.