Conceito.de

Conceito de clientelismo

A ideia de clientelismo refere-se a uma metodologia desenvolvida pelos governantes ou por aqueles que ocupam uma posição de poder, que consiste em conceder certos benefícios a outras pessoas em troca de favores, apoio ou submissão.

O clientelismo implica que a pessoa que ocupa um cargo público realize ofertas ou conceda vantagens a um grupo de indivíduos que “paga” esses favores fornecendo apoio, geralmente eleitoral. Isso implica que o líder político use recursos estatais ou sua posição de poder para obter um benefício privado.

Suponha que o governador de uma província busque a reeleição para continuar seu mandato. Esse homem, com recursos públicos, adquire milhares de aparelhos que distribui nos bairros mais humildes através de pessoas que trabalham em sua campanha eleitoral. A caixa de cada aparelho também possui o nome do governador impresso. Esse comportamento é um dos mais comuns do clientelismo: o político espera que, como agradecimento e para continuar recebendo esse tipo de benefício, os moradores votem nele nas eleições.

O clientelismo ajuda a que um partido político se perpetue no poder. Ao administrar recursos estatais, os governantes têm a possibilidade de usá-los em benefício próprio para obter apoio eleitoral.

Para que o clientelismo se aplique, é necessário um grande número de pessoas (eleitores) com necessidades não atendidas que requerem auxílio estatal. Caso contrário, o voto não está condicionado ao recebimento de um favor ou presente. Por outro lado, quando os recursos estatais são distribuídos conforme indicado por lei ou de forma justa, o clientelismo também não ocorre porque o líder não pode condicionar a repartição.