Conceito.de

Conceito de colheita

Dá-se o nome de colheita ao ato de colher/apanhas os frutos que oferece a terra, geralmente obtidos através de cultivos. O termo também faz referência à época em que é realizada essa apanha, aos produtos apanhados e ao conjunto dos frutos.

Por exemplo: “Na próxima semana, vai começar a colheita da maçã”, “Em época de colheita há muitas oportunidades de arranjar trabalho naquela zona”, “A colheita de tomate foi óptima graças às excelentes condições meteorológicas dos últimos meses”.

A ideia de colheita alude ao trabalho rural que implica a apanha de frutos, hortaliças, sementes ou outros produtos que são aproveitados pelo homem como alimento ou de outro modo. A colheita, que pode ser realizada de forma manual ou com ajuda de maquinaria, é levada a cabo quando estes produtos alcançaram a sua maturidade.

A colheita manual é usada em produções agrícolas de pequeno porte, sendo necessário um tipo de instinto para conseguir perceber quando é a melhor época para que ela aconteça.

Nesse método de colheita tem-se como vantagem a total imersão dos responsáveis pelo processo, sendo que eles possuem um amplo conhecimento sobre todo o processo de produção na agricultura.

Mesmo sendo manual, essa colheita exige o uso de ferramentas especificas como pás, enxadas, cestas de palha, entre outras.

Por outro lado, a colheita mecanizada (a mais utilizada) é aquela onde se utilizam máquinas para o plantio e a colheita dos frutos da terra, sendo que esse é um processo mais usado por agricultores de médio e grande porte.

Há aqui o uso de tratores com barras de ferro que passam pelo campo do plantio e removem apenas os frutos que estão maduros, sendo uma enorme vantagem, proporcionado agilidade nas colheitas e economia. Contudo, essas máquinas dependem que o agricultor faça um investimento elevado, exigindo também um cuidado maior na hora da colheita a fim de evitar que os frutos colhidos sejam danificados.

A colheita costuma incluir outras tarefas para além da apanha, como a limpeza dos frutos, a organização, o armazenamento ou o acondicionamento destes para que possam ser enviados para os lugares de venda.

De costume, os donos dos campos analisam qual é o melhor momento do ano para plantar e qual é o período propício para vindimar/apanhar/colher, com atenção às particularidades do clima para otimizar a produtividade a qualidade. Porém, há fatores imprevisíveis (como inundações, secas, geadas, etc.) que podem incidir nas colheitas.

Com a colheita, os frutos da terra são coletados para diferentes finalidades, por exemplo: colhe-se o milho para a venda do modo que se encontra, indo para as feiras e mercados depois de passar por um processo de limpeza, ou esse milho pode ser adquirido por indústrias para ser transformado em algum preparo como amido de milho, farelo de milho, usado no preparo de pães, bolos, entre outros produtos.

Colheita, por último, é aquilo que se consegue como consequência das suas ações ou do destino: “A colheita de troféus do jogador de ténis não se fica por aqui: já venceu três torneios apenas este ano”, “Durante muitos anos estudei e trabalhei sem parar, agora é hora de desfrutar da colheita”.