Conceito.de

Conceito de coloide

O conceito de coloide é usado para nomear a substância que, ao encontrar-se em um líquido, se dispersa gradualmente. Um coloide é composto de duas fases: uma fase dispersora e uma fase dispersa.

A fase dispersora ou dispersante é um fluido: uma substância contínua. A fase dispersa, por outro lado, é composta de partículas coloides. Em um sistema coloidal, as partículas coloidais — que geralmente são elementos sólidos muito pequenos — se dispersam na fase dispersora. Deve-se notar que, em certos casos, a fase dispersora do coloide não é um líquido, mas uma matéria em um estado diferente de agregação.

As partículas coloidais são microscópicas e, portanto, não podem ser detectadas a olho nu. É por isso que os coloides diferem das suspensões, cujas partículas são visíveis sem a necessidade de recorrer ao microscópio. Além disso, as suspensões podem ser filtradas (os coloides, não) e suas partículas tendem a se separar em repouso (algo que as partículas de um coloide não fazem).

Pode-se dizer que um coloide é um sistema não homogêneo. De acordo com a força de atração entre a fase dispersora e a fase dispersa, os coloides apresentam características diferentes e recebem nomes diferentes: gel, espuma, aerossol, etc.

Gelatina, queijo, espuma de barbear e nevoeiro são alguns exemplos de coloides. Se focarmos no caso da gelatina, perceberemos que é um coloide semelhante ao gel (uma mistura que, à temperatura ambiente, é semissólida), sendo translúcido e incolor. Este coloide é obtido fervendo o colágeno.