Conceito.de

Conceito de coalescência

O conceito de coalescência, que tem origem no vocábulo latino coalescens, é a propriedade de as coisas se fundirem ou unirem. As substâncias ou os materiais coalescentes são aqueles que se podem unir num único corpo.

Para a química, a coalescência implica um processo através do qual dois domínios de fase de composição essencialmente idêntica têm um contacto e formam um domínio de fase maior. Os materiais, desta forma, estabelecem uma optimização da sua superfície para minimizar o gasto de energia.

Um exemplo de coalescência ocorre ao misturar água e óleo e agitar o recipiente. Num instante, vê-se como as gotas se começam a fusionar até comporem uma única grande gota que supõe a separação final entre ambas as substâncias.

A coalescência também tem lugar com a soldadura de metais. Ao aplicar energia térmica (calor), a soldadura por fusão alcança a coalescência através da fundição, formando um sistema único de cristais. O metal fundido está em contacto com as bordas das superfícies de união, que se encontram parcialmente fundidas.

O fenómeno da coalescência pode-se observar na geografia quando um rio que deriva de uma cordilheira alcança o fundo de um vale tectónico. Este curso de água arrasta uma importante quantidade de sedimentos que formam cones de dejecção e que se sobrepõem uns aos outros. A acção das precipitações e as diversas crescidas fazem que, com o passar do tempo, o vale tenha depósitos intercalados que geram uma estratificação cruzada.