Conceito.de

Conceito de comandita

A palavra italiana “accomandita” chegou ao francês como “commandite”, que então derivou em nossa língua como comandita. O conceito é usado no campo do comércio para nomear uma sociedade que se estabelece de maneira grupal, na qual os sócios têm diferentes responsabilidades.

Em uma sociedade em comandita, também chamada de empresa em comandita, existem dois tipos de sócios. Por um lado, estão os sócios comanditários, que têm uma responsabilidade ligada à contribuição econômica que deram para a sociedade. Por outro lado, aparecem os sócios comanditados, cuja responsabilidade é ilimitada em termos de dívidas sociais.

Enquanto que os sócios comanditários não se envolvem na gestão da sociedade, os sócios comanditados sim. Outra diferença é que os nomes dos sócios comanditários não podem ser incluídos na denominação da empresa.

Especialistas em finanças destacam que, entre as vantagens oferecidas pelas sociedades em comandita, está a possibilidade de os sócios comanditados adicionarem capitalistas sem que os investidores se envolvam na gestão da sociedade. Para os sócios comanditários, um benefício é a chance de participar com uma responsabilidade limitada.

É importante ter em mente que as características de uma sociedade em comandita podem variar de acordo com o regime legal de cada país. Em geral, pode-se dizer que existem dois tipos principais de sociedades em comandita: sociedades comanditárias por ações (que devem realizar uma auditoria de suas contas quando excederem um certo limite) e sociedades comanditárias simples (que não precisam auditar suas contas, exceto se todos os seus sócios coletivos forem sociedades).