Conceito.de

Conceito de dádiva

A jornada etimológica de dádiva começa no latim “datĭva”. Uma dádiva é algo entregue gratuitamente.

Por exemplo: “O bilionário idoso era amado pelos vizinhos graças às suas dádivas constantes”, “O artista realizou várias dádivas durante a sua estadia no país”, “As pessoas não querem dádivas para sobreviver: elas precisam de um trabalho genuíno”.

A ideia de dádiva, no entanto, geralmente aparece ligada a um crime: o suborno, que consiste em entregar um montante ou presente para corromper alguém. O ato de subornar envolve a concessão de dádivas a um funcionário ou autoridade para executar ou parar de tomar qualquer ação, agindo ilegalmente.

Vejamos o caso de um inspetor que deve visitar os restaurantes de uma cidade para analisar sua situação bromatológica. Se esse funcionário encontrar algo que põe em risco a saúde dos comensais, ele deve fechar o estabelecimento. Um dia, ao chegar a um determinado restaurante, ele observa que há baratas caminhando sobre os alimentos e até encontra um rato no meio da cozinha. O proprietário do local, para evitar o fechamento, decide tentar subornar o inspetor com um presente: um envelope com 5000 reais dentro. O funcionário aceita o suborno e sai do restaurante sem tomar nenhuma providência. Como se pode ver, ao aceitar o presente, esse homem sofreu uma falha, pois não cumpriu suas obrigações.