Conceito.de

Conceito de domesticação

Domesticação é o ato e a consequência de domesticar: fazer com que um animal selvagem ou feroz modere seu temperamento e se acostume a conviver com os seres humanos.

Através da domesticação, ocorre uma modificação das características comportamentais, fisiológicas e morfológicas de uma espécie. Esses caracteres, que são herdados, surgem da seleção natural adaptativa ou da seleção artificial promovida pelo homem. Em geral, a domesticação visa tornar os animais úteis para as pessoas, embora o processo também possa ser realizado de forma espontânea se trouxer benefícios para humanos e animais.

As primeiras domesticações de espécies desenvolveram-se durante o período Neolítico. Nesse momento, o Homo sapiens tornou-se sedentário, abandonando a vida nômade. A chave para essa mudança foi o desenvolvimento da pecuária e da agricultura como meio de subsistência, ao invés da coleta, pesca e caça.

Ao criar cultivos e desenvolver atividades pecuárias, o homem começou a domesticar várias espécies de animais e plantas. No início, foi difícil para os humanos controlar os animais e as formas selvagens permaneciam em vigor. Porém, com o passar do tempo, foi possível exercer controle sobre a reprodução animal e, assim, foram selecionadas as características mais benéficas para a humanidade.

É importante diferenciar entre domesticação, que engloba as populações animais e implica sujeitá-las a uma relação de dependência para eliminar seu estado selvagem, e a domação, exercida sobre os indivíduos para conseguir amansá-los. Um tigre pode ser domado, mas sua espécie não foi domesticada: o tigre, portanto, permanece um animal selvagem.