Conceito.de

Conceito de selvagem

Escutar o artigo

Selvagem é um termo que é utilizado com diferentes significados. Enquanto adjetivo, pode tratar-se do animal que tenha sido domesticado e que, em geral, vive livre na natureza.

selvagem
Um animal selvagem é aquele que vive na natureza

Exemplos: “Um animal selvagem não identificado atacou o gado e provocou a morte de vinte e quatro vacas”, “O meu sonho é realizar um safari em África para ver como vivem os leões selvagens”, “Não gostaria de me cruzar com um animal selvagem no meio da selva”.

As plantas que crescem de maneira silvestre, sem que o ser humano intervenha no seu cultivo e cuidado, também recebem o qualificativo de selvagem: “Há vários meses que não vinha ao campo: encontrei o terreno cheio de plantas selvagens”, “No bosque é possível ver plantas selvagens de mais de dois metros de altura”, “Se não cuidares do jardim, rapidamente estará coberto de ervas selvagens”.

Quando a noção de selvagem é aplicada a um homem, diz respeito ao comportamento brutal e à falta de civilidade. A nível científico, a ideia de selvagem era utilizada antigamente na antropologia com referência aos povos que viviam de forma diferente da civilização europeia: porém, com o tempo, o conceito desmanchou-se pelo seu carácter discriminatório.

Criança selvagem

Precisamente também há que fazer referência àquilo a que se dá o nome de criança selvagem, que é como se tenta definir ao menor que, durante grande parte da sua infância, viveu fora da sociedade, normalmente sem ter qualquer tipo de contato com outros seres humanos ou sendo este mínimo.

Ao longo da história assistiu-se a casos deste tipo de menores. Literariamente, entre os mais conhecidos estão figuras como o Tarzan, que é o protagonista de “O livro da selva”, que se criam na selva, rodeados de animais e que, por conseguinte, aprendem a comportar-se, a interrelacionar-se e a comunicar como esses seres vivos.

No entanto, na vida real, existiram várias crianças selvagens, como estes:

-Víctor de Aveyron, que foi um dos mais estudados. Viveu no século XVIII e foi um pré-adolescente encontrado nu por caçadores e a caçar nos bosques da região francesa de Aveyron.

-Marcos Rodríguez Pantoja. É um dos poucos casos de pequenos selvagens em Espanha. Em criança, fora vendido pelo pai a um tenente, o qual, por sua vez, o deu com ajudante a um velho pastor que vivia sozinho e refugiado numa cova na zona de Sierra Morena. Quando o idoso faleceu, o pequeno tinha cerca de sete anos, encontrando-se sozinho e abandonado. Situação esta que o levou a viver com os lobos, tendo assim passado algum tempo da sua vida, mais precisamente onze anos.

A sua história é contada no filme “Entre lobos” (2010), realizado por Gerardo Olivares e protagonizada por Manuel Camacho.

Hoje, a ideia de selvagem aparece na linguagem coloquial relativamente às personagens ou aos factos violentos e cruéis: “É um selvagem: bateu no filho com um martelo”, “Num acto selvagem, uma patota torturou e matou três cães”, “Não posso aceitar que um assassino selvagem como ele esteja em liberdade”.

Animais selvagens, silvestres e exóticos

conceito de selvagem
Animais selvagens diferem de animas exóticos

Pode haver confusão entre o conceito de selvagem, silvestre e exótico.

Em primeiro lugar, animais silvestres são aqueles que vivem na natureza ou que tenham sido retirados dela há poucas gerações. E alguns exemplos são: as cobras, os jabutis, os macacos, as onças, os tamanduás, etc.

Há casos em que os animais silvestres são mantidos em áreas domésticas, mas essa é uma prática ilegal. Esses animais precisam estar nos seus ambientes naturais para que possam desenvolver as suas funções, sendo que quando eles são mantidos em locais domésticos eles tendem a suprimir seus instintos e habilidades (por isso há casos de animais mantidos em cativeiro que não conseguem voltar para a natureza). E os animais silvestres se tratam de animais selvagens.

Já os animais exóticos são aqueles que se encontram numa fauna que não é a sua. Geralmente, esses animais são encontrados fora do seu país de origem, como é o caso do furão, que surgiu a partir do tourão (um animal originário da Europa), mas hoje em dia é comercializado em países como Estados Unidos e mesmo no Brasil.

Os cães e os gatos são animais que um dia foram selvagens também, mas foram domesticados por milhares de anos. Contudo, os animais silvestres não são indicados para passarem por esse processo, nem mesmo aqueles que criados em cativeiro.

Esses animais silvestres ou selvagens possuem um comportamento receoso, geralmente fugindo quando algum humano tenta se aproximar deles. Em outros casos, esses animais podem ter reações agressivas.

Intervenção humana e os locais selvagens

A natureza é capaz de se sustentar por si só, não se degradando se não existe a intervenção dos humanos. E assim ainda consegue se adaptar e permanece com sua beleza. Por outro lado, um jardim botânico ou parque urbano pode se degradar se não houver ali a intervenção humana de forma regular, dado que são ambientes criados por esses.

Áreas protegidas com territórios selvagens

As chamadas áreas protegidas foram criadas no final do século XIX, nos Estados Unidos. Essas aéreas tinham como propósito de prover para as pessoas que residiam na cidade um pouco de contato com a natureza, além de ajudar na preservação de algumas espécies num território originalmente selvagem.

Essas áreas foram mais fáceis de serem criadas nas extensas áreas norte-americanas, diferente do que aconteceria se fosse nas regiões europeias (essas com mais habitantes e mais fragmentada). Ali era melhor para que fossem delimitadas, sem que houvesse intervenção dos humanos.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (1 de Julho de 2016). Conceito de selvagem. Conceito.de. https://conceito.de/selvagem