Conceito de frio


Fev 20, 13

Do latim frigĭdus, o conceito de frio refere-se às temperaturas baixas (quando não são negativas) e à sensação que se transmite perante esse fenómeno. Posto noutros termos, o frio é a ausência total ou parcial de calor. Por exemplo: “Está bastante frio nesta casa”, “Na rua, está um frio de rachar!”.

Tratando-se de um corpo, diz-se que está frio quando apresenta uma temperatura inferior à do ambiente: “Tenho as mãos frias”, “Estou com frio. Importas-te de me emprestar um casaco, por favor?”.

A noção de frio está associada à refrigeração (o processo de redução e de conservação da temperatura de um objecto ou espaço), à congelação (uma forma de conservação baseada na solidificação da água) e à criogenia (uma técnica que se utiliza para arrefecer materiais à temperatura de ebulição do nitrogénio ou, inclusive, a temperaturas mais baixas).

Frio também é um adjectivo que se utiliza em sentido figurado. Uma pessoa fria é uma pessoa que mostra indiferença, desapego ou desinteresse por algo ou alguém: “O Manuel é um homem frio: nunca demonstra as suas emoções”, “Estou arrependida, acho que fui demasiado fria com ele”.

Por outro lado, este adjectivo também pode ser usado para fazer menção àquilo que não tem qualquer graça, que é amargo e desprovido de sentimento ou simpatia: “A sua resposta fria não me deixou nada satisfeito”, “A explicação foi de tal forma fria que ninguém se conseguiu pronunciar”.

Por fim, a ideia de frio, quando aplicada ao sexo, diz respeito às pessoas que são indiferentes ao prazer: “A Vitória é fria na hora da intimidade”, “A minha ex-namorada era muito fria. Não me ligava nenhuma”.