Conceito de

Heterozigoto

Escutar o artigo

Heterozigoto indicado um organismo que possui duas versões diferentes (alelos) de um gene específico em seus cromossomos homólogos. Esses dois alelos podem apresentar diferenças em sua sequência de DNA, o que gera diferentes características fenotípicas do organismo.

heterozigoto
Um heterozigoto conta com dois alelos distintos para uma mesma característica

Os alelos são variantes do mesmo gene, os quais estão em locais específicos dos cromossomos homólogos. Um cromossomo homólogo é um par de cromossomos que conta com genes para as mesmas características. Um alelo é uma forma alternativa de um gene que tem a capacidade de influenciar a expressão de uma característica em um determinado organismo.

Diferença entre homozigoto e heterozigoto

Ao contrário do heterozigoto, um organismo homozigoto possui duas cópias iguais do mesmo alelo nos seus cromossomos homólogos. Isso quer dizer que um homozigoto apresenta dois alelos iguais para um gene. Então esse tipo de organismo é considerado um homozigoto para esse gene específico.

Por outro lado, um heterozigoto traz dois alelos diferentes para um gene específico. Esses alelos podem possuir diferentes sequências de DNA, o que ocasionaria diferentes características fenotípicas. Para exemplificar isso há a cor dos olhos nos seres humanos, onde o gene que controla isso possui dois alelos principais: um para olhos azuis e outro para olhos castanhos, por exemplo.

Representação do heterozigoto

A representação do heterozigoto é feita com o uso de uma letra maiúscula e uma letra minúscula, a fim de indicar os alelos de um determinado gene. Fica assim:

  • A letra maiúscula representa o alelo dominante, que é o alelo que determina a característica fenotípica quando presente em um organismo heterozigoto ou homozigoto dominante;
  • E a letra minúscula representa o alelo recessivo, que só é expresso fenotipicamente em homozigose recessiva.

Se considerarmos o gene da cor dos olhos em humanos, por exemplo, há como representar os alelos azuis e castanhos pelas letras B e b, respectivamente. Um indivíduo heterozigoto para a cor dos olhos poderia possuir o genótipo Bb, o que quer dizer que ele conta com um alelo para olhos azuis (B) e outro para olhos castanhos (b).

Fenótipo do heterozigoto

conceito de heterozigoto
O heterozigoto possui relação com a cor dos olhos, influenciada pelos alelos

O fenótipo do heterozigoto depende da relação que há entre os alelos do gene em questão. Há casos onde um alelo se classificada como dominante sobre o outro, resultando em que a característica correspondente é expressa mesmo se o alelo recessivo se encontrar ali.

Ainda usando como exemplo a cor dos olhos, o alelo para olhos castanhos é dominante sobre o alelo para olhos azuis. Tal condição quer dizer que, mesmo que a pessoa seja heterozigoto para a cor dos olhos (Bb), ela apresentará olhos castanhos, a qual se trata da característica correspondente ao alelo dominante (b).

No caso em que não há dominação de um alelo sobre o outro, então os dois podem ser expressos equilibradamente no fenótipo do heterozigoto. Tal tipo de relação se caracteriza como codominância.

Um exemplo é o grupo sanguíneo AB nos humanos, onde ambos os alelos A e B são expressos em conjunto, o que resulta no tipo sanguíneo AB. O mesmo ocorre com a cor das penas em certas espécies de aves, onde um indivíduo heterozigoto (Bb) para a cor das penas dispor de uma coloração intermediária entre as cores correspondentes aos alelos dominantes (B) e os recessivos (b).

Além disso, em certos casos, a expressão fenotípica do heterozigoto seria determinada pela relação de expressão entre os alelos.

Importância do heterozigoto na evolução

O heterozigoto é importante na evolução também, posto que eleva a variabilidade genética de uma população. A variabilidade genética se caracteriza na quantidade de diferenças genéticas que há entre os indivíduos de uma população.

Quanto maior a variabilidade genética, maior é a capacidade de uma população para a adaptação a novos ambientes ou condições. Isso ocorre devido a que, numa população com alta variabilidade genética, existe mais chance de que algumas pessoas tenham alelos que os ajudem a sobreviver ou a se reproduzir em meio a condições desfavoráveis. Por exemplo:

  • Numa população de pássaros, um indivíduo heterozigoto para um gene que determina o formato do bico poderia ter uma vantagem seletiva em relação aos que são homozigotos. Isso ocorre porque, num ambiente com diferentes tipos de alimentos, um bico mais versátil possibilitaria que o pássaro se alimentasse de uma variedade maior de alimentos.

Além disso, o heterozigoto também é crucial para a prevenção de doenças genéticas recessivas. Doenças genéticas recessivas só são expressas fenotipicamente na homozigose recessiva, isso quer dizer que só é assim quando o indivíduo dispor de dois alelos recessivos para o gene em questão.

Se há alguém que é heterozigoto para uma doença genética recessiva, ele não apresenta a doença, contudo seria portador de um alelo recessivo que poderia ser transmitido aos seus descendentes. Especificando mais isso:

Ao haver dois indivíduos heterozigotos para a mesma doença genética recessiva e esses resolverem ter filhos, então existe uma chance de 25% de que os filhos deles sejam homozigotos recessivos, apresentando a doença.

Citação

SOUSA, Priscila. (11 de Abril de 2023). Heterozigoto - O que é, conceito, importância e evolução. Conceito.de. https://conceito.de/heterozigoto