Conceito.de

Conceito de codominância

Chama-se genótipo aos dados genéticos que, de acordo com sua composição alélica, tem um certo organismo em seu ácido desoxirribonucleico (ADN). O alélico, por outro lado, provém de alelo: cada forma alternativa que pode adotar o mesmo gene de acordo com sua sequência, localizada no mesmo local nos cromossomos homólogos.

Codominância é uma situação que ocorre quando dois alelos diferentes estão no genótipo e ambos são expressos. Nesse estado, a expressão de ambos os alelos resulta em um fenótipo (a manifestação do genótipo que varia de acordo com o ambiente) com características de ambos.

Com a codominância, portanto, a expressão de um gene em um organismo heterozigoto é equivalente à de seu par. Os heterozigotos, dessa forma, apresentam os dois alelos do mesmo gene em relação a um determinado caráter. Na dominância incompleta, no entanto, os dois alelos também são expressos, mas em um genótipo que possui características intermediárias.

Pode dizer-se que, nos heterozigotos, existem dois alelos que são expressos, mas não se ligam. Suponhamos que se realiza um cruzamento com codominância de duas espécies de cavalos: uma de cor negra e outra de cor marrom. O resultado do cruzamento será um cavalo com manchas pretas e marrons, já que os dois alelos codominantes são expressos simultaneamente.

Da mesma forma, uma flor amarela A e uma flor azul B, em um entrecruzamento com codominância, permitirá a criação de uma flor AB cuja cor será amarela com manchas azuis: os dois caracteres codominantes aparecem expressos.