Conceito.de
Conceito de

Cruzamento

Cruzamento refere-se ao ato e ao resultado de cruzar. Este verbo, por sua vez, pode referir-se ao facto de atravessar algo sobre outro elemento, formando uma cruz; ao atravessar um caminho ou um ponto; ao confrontar uma opinião ou uma ideia; ou a fazer com que dois animais de origens diferentes tenham crias.

cruzamento
Cruzamento é o ato ou o resultado de cruzar

Por exemplo: “No cruzamento destas avenidas ocorrem sempre acidentes rodoviários”, “O cruzamento da Cordilheira dos Andes foi um dos grandes hinos do exército liderado por José de San Martín”, “A modelo veio ao cruzamento das declarações proferidas pela sua ex-representante”.

No âmbito automobilístico, dá-se o nome de cruzamento à intersecção de dois ou mais caminhos ou vias (ruas, avenidas, estradas, etc.). O cruzamento pode produzir-se a nível (ambos os caminhos encontram-se na mesma mesma superfície) ou a desnível (um caminho eleva-se e o outro fica mais abaixo).

Os cruzamentos exigem muita atenção aos condutores para evitar colisões. Dependendo de cada cruzamento, o veículo pode virar para a esquerda, para a direita, em U (dando meia-volta) ou continuar a marcha. Por norma, estes movimentos são regulados por sinais de trânsito e/ou semáforos.

Também são considerados cruzamentos as passadeiras e as lombas. Trata-se de zonas marcadas na calçada onde circulam os veículos que têm a função de facilitar o cruzamento aos peões. Os veículos devem travar antes destas zonas e ceder a passagem àqueles que se deslocam a pé.

Quando se unem duas raças diferentes de cães num mesmo exemplar, fala-se de cruzamento. O cruzamento de raças dá lugar a híbridos como o puggle, que é o cruzamento de um pug e um beagle.

Se você tem apenas alguns segundos, leia estes pontos chave:
  • A genérica estuda a herança e a transmissão de características entre gerações e o cruzamento é fundamental para compreender essa herança.
  • O genótipo refere-se ao conjunto de genes do organismo, enquanto o fenótipo representa a expressão visível desses genes, como as características observáveis.
  • Os alelos são diferentes formas de um gene e a interação entre alelos dominantes e recessivos influencia a expressão de características hereditárias.
  • O cruzamento promove a diversidade genética, que é importante para a seleção natural e a evolução, trabalhando com fenótipos que fornecem vantagens adaptativas.

O conceito de cruzamento na genética

A genética é um campo científico que foca em estudar sobre a hereditariedade e a transmissão de características entre gerações. O conceito de cruzamento ali é fundamental, pois possui relação direta com a compreensão da herança genética.

O monge austríaco Gregor Mendel, que é tido como o “pai da genética”, foi o pioneiro no que se refere aos estudos sobre cruzamento de plantas e ele definiu as leis fundamentais que regem a transmissão de traços genéticos.

Genótipo e fenótipo: as bases da herança genética

As bases da herança genética são genótipo e fenótipo.

O genótipo se traduz no conjunto de genes que existem num organismo. Os genes são segmentos específicos pertencentes ao DNA, e quais ficam nos cromossomos, conduzindo a informação necessária para o a produção de proteínas e para determinar os traços hereditários.

Por outro sua vez, o fenótipo se trata da expressão visível do genótipo, em outras palavras, as características observáveis de um organismo, como é o caso da cor dos cabelos, dos olhos, altura, etc.

Alelos, dominância e recessividade

Os alelos são distintas formas de um gene que se encontra num determinado locus cromossômico. Há ainda que mencionar que o organismo herdará um alelo de cada um dos pais.

Enquanto isso, a dominância e a recessividade têm relação com a interação dos alelos.

Um alelo dominante (que se manifesta mesmos em doses simples) demonstrará seu efeito fenotípico quando estiver em apenas uma cópia (estado heterozigoto) ou em ambas (estado homozigoto), já um alelo recessivo é aquele que se manifestará apenas em indivíduos homozigotos recessivos.

Leis de mendel e a transmissão de características

conceito de cruzamento
O conceito de cruzamento, em genética, relaciona-se com as leis de Mendel

As leis de Mendel apresentam os padrões de transmissão dos traços hereditários. Assim, elas são importantes no cruzamento. E elas são:

  • Primeira lei, que é chamada ainda de lei da segregação, salienta que os alelos de um gene se separam na formação dos gametas, sendo transmitidos independentemente um do outro;
  • Segunda lei, conhecida também como lei da segregação independente, determina que os alelos de distintos genes segregam independentemente uns dos outros na constituição dos gametas.

Cruzamento e variação genética

O cruzamento é o processo onde sucede a reprodução sexual, com a união dos gametas masculinos e femininos. Nesse cruzamento, os genes dos pais são aliados para compor o genótipo do descendente. A combinação aleatória dos alelos do pai e da mãe resulta numa ampla diversidade genética, ajudando na variabilidade fenotípica de uma população.

Seleção natural e cruzamento

A variabilidade genética resultante do cruzamento é importante para o processo de seleção natural e de evolução. A mesma atua sobre os fenótipos, contribuindo com aqueles que concedem vantagens adaptativas, elevando então a probabilidade de sobrevivência e reprodução dos indivíduos que tenham tais características.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (8 de Fevereiro de 2017). Atualizado em 6 de Junho de 2023. Cruzamento - O que é, características, conceito e definição. Conceito.de. https://conceito.de/cruzamento