Conceito de juro simples


Dez 30, 11

O termo juro tem uma acepção no ramo financeiro associada ao valor, à utilidade e ao rendimento. Posto isto, por juro entende-se todo o lucro produzido pelo capital.

Por outras palavras, o juro é um índice que, através de uma percentagem, permite que saibamos quanto irá render um plano de poupança ou quanto nos irá custar um crédito. Uma poupança a prazo de 10.000 euros cuja taxa de juro anual seja de 10% implica que, passado um ano, o respectivo titular tenha lucrado 1.000 euros pelos juros.

Por outro lado, o juro de um crédito é a quantia que deve pagar a pessoa que contrai o empréstimo. Ao solicitar um crédito de 5.000 euros com uma taxa de juro de 20%, a pessoa ficará a dever 1.000 euros só em juros, pelo que terá de devolver ao credor (o banco, por exemplo) 6.000 euros.

No que diz respeito à definição de juro simples, trata-se dos juros que se obtêm de um investimento no tempo graças ao capital inicial. Como tal, o juro simples é calculado com base no capital principal, na taxa de juro e no período.

O que importa ter em conta na hora de considerar o juro simples é o facto de os juros produzidos pelo capital num determinado período não se acumularem ao mesmo para gerar os juros correspondentes ao período seguinte.

Posto isto, o juro simples obtido através do capital investido será igual em todos os períodos em que o investimento surtir efeitos, desde que a taxa e o prazo não variem.