Conceito.de

Conceito de massa molar

A grandeza/magnitude física que indica a quantidade de matéria presente num corpo recebe o nome de massa. O termo, que deriva do latim (idem), tem como unidade no Sistema Internacional o quilograma (kg.).

A noção de massa molar refere-se à massa de um mol de uma certa substância em gramas. Recordemos que um mol é a quantidade de substância que contém tantas entidades elementares (átomos, moléculas, iões, etc.) de um tipo quantos os átomos presentes em 12 gramas de carbono-12.

A quantidade de unidades elementares que indica um mol de substância, por conseguinte, é constante, uma vez que não depende do tipo de material ou de partícula. A essa quantidade dá-se-lhe o nome de número (ou constante) de Avogadro. Esta constante permite que os químicos determinem o peso dos átomos. A equação indica que um mol equivale a 6,022 x 10 elevado a 23 partículas.

A massa molar, por fim, expressa a massa de um mol em gramas. Se a massa molecular de uma substância numa u.m.a. for p, a massa molar dessa substância também será p, mas em gramas.

Para calcular a massa molar, deve-se recorrer à tabela periódica dos elementos. Se pegarmos no caso da água (H2O), veremos que uma molécula é composta por dois átomos de hidrogénio e um átomo de oxigénio. A massa atómica do hidrogénio, tirando os decimais, é 1 uma e a do oxigénio, 16 uma. Ao somar esses dados dos dois átomos de hidrogénio e o átomo de oxigénio, obtemos uma massa molecular de 18 gramas. A massa molar da água, por conseguinte, também é de 18 gramas.