Conceito.de

Conceito de melanina

Escutar o artigo

A melanina é uma substância química que dá cor à pele, aos cabelos e aos olhos dos seres vivos. É produzida principalmente por células especializadas chamadas de melanócitos. A melanina é responsável por uma variedade de características físicas, como é o caso ainda do bronzeado e da resistência à luz ultravioleta (UV).

melanina
A melanina é a responsável pela cor da pele

Dos tipos de melanina se pode citar a eumelanina e a feomelanina.

Eumelanina é a melanina mais abundante e é responsável pela cor preta, marrom e cinzenta da pele. Esta melanina também é responsável pela cor dos cabelos e dos olhos.

Já a feomelanina é a melanina mais escura e é responsável pela cor amarela, vermelha e alaranjada da pele. Esta melanina também é responsável pela cor dos cabelos e dos olhos.

No começo, quando não se tinha conhecimento sobre a melanina e sua influência na cor da pele das pessoas, acreditava-se que as pessoas de pele escura eram sujas (uma sujeira biológica). Apenas a partir do século XX, devido aos avanços científicos, que se compreendeu melhor sobre a melanina. E isso contribuiu no combate ao racismo.

Principais funções da melanina

A melanina é um pigmento que tem múltiplas funções importantes para a pele.

Ela é produzida sob a forma de melanossomas, estruturas que contém pigmentos escuros. Estes pigmentos protegem a pele contra os efeitos nocivos dos raios ultravioleta, absorvendo-os e evitando que atinjam as células.

Os melanossomos se tratam de organelas que determinam se uma pele será mais pigmentada ou menos pigmentada.

Nos melanossomas de uma pele normal, a melanina se trata algo extremamente denso, caracterizando-se como um polímero nitrogenado, insolúvel e com elevado peso molecular. Então é produzido um pigmento que realiza essa função de proteção, absorvendo e /ou filtrando os raios ultravioletas.

Além disso, a melanina contribui para a pigmentação da pele, podendo influenciar no tom da pele de uma pessoa. É produzida em maior quantidade em áreas expostas ao sol, ajudando assim a prevenir o envelhecimento precoce.

A melanina também desempenha um papel importante na cicatrização de feridas. Ela estimula a produção de colágeno para acelerar o processo de cicatrização. Contudo, se uma pessoa com um ferimento se expor ao sol de forma demasiada, isso geraria um excesso de melanina e deixaria a cicatriz escurecida.

Por último, a melanina também pode ajudar a prevenir doenças como o câncer de pele, pois seus pigmentos podem bloquear as toxinas e radiação. Portanto, a melanina tem funções importantes para a saúde da pele.

Melanina construtiva e a melanina facultativa

conceito de melanina
Também é função da melanina da cor para os olhos

Existem dois tipos principais de melanina: a melanina construtiva e a melanina facultativa.

A melanina construtiva é a melanina que é produzida durante o desenvolvimento embrionário e é responsável pela cor da pele e dos olhos. Esta melanina é produzida pelos melanócitos e é distribuída uniformemente na pele. A melanina construtiva é responsável pelas principais características de cor da pele, como a cor da pele, o tom de pele e o bronzeado.

A melanina facultativa é produzida em resposta aos raios UV. Esta melanina é responsável pelo bronzeado da pele e aumenta a resistência à luz UV.

Esta melanina é responsável por várias características da pele, como as manchas de sol, manchas durante a gravidez e áreas escuras. Se uma pessoa que toma banhos de sol fica com a pele mais escura, isso quer dizer que a melanina facultativa foi estimulada.

Alimentos que estimulam a produção de melanina

A produção adequada de melanina é essencial para manter a saúde da pele. E existem alguns alimentos podem estimular isso. Os alimentos ricos em vitamina A, vitamina E e zinco, por exemplo, são considerados os mais eficazes para realizar o estímulo da produção de melanina.

Os alimentos ricos em vitamina A incluem: cenoura, abóbora, espinafre, abacate e batata-doce. Já entre os alimentos ricos em vitamina E há: amêndoas, avelãs, abacate, brócolis, abóbora e alguns outros. Por fim, entre os alimentos ricos em zinco se pode destacar: ostras, carne de porco, ovo, nozes, feijão e grão de bico. Além disso, consumir bastante água também ajuda a estimular a produção dessa substância.

Neuromelanina

Denomina-se neuromelanina o pigmento escuro presente nas células do cérebro, particularmente nas células da glia. Se trata de um produto químico derivado da melanina e é usado como um mecanismo de defesa para proteger as células do cérebro das toxinas encontradas no ambiente.

A neuromelanina é encontrada em todos os mamíferos e em algumas aves e répteis. Estudos mostram que ela desempenha um papel importante na formação e manutenção da estrutura e função das células do cérebro.

Esse tipo de melanina também está envolvido no transporte de neurotransmissores entre as células do cérebro, bem como na regulação do humor, memória, aprendizado e outras funções cerebrais.

Acredita-se que ela também possa desempenhar um papel na doença de Parkinson, pois estudos sugerem que o pigmento pode estar envolvido na morte de neurônios dopaminérgicos.

Citação

SOUSA, Priscila. (25 de Janeiro de 2023). Conceito de melanina. Conceito.de. https://conceito.de/melanina