Conceito.de

Conceito de nuvem

Escutar o artigo

Nuvem, do latim “nube”, é um aglomerado de partículas de água que se condensam e permanecem suspensas na atmosfera. Mas as nuvens podem ainda ser formadas por partículas de gelo, além daquelas partículas provenientes de vapores das indústrias.

nuvem
As nuvens podem ser compostas por gotículas de água ou de gelo

Através da nuvem a chuva é transportada para distintos locais pelo mundo, além do que, ela é essencial para fazer com que a temperatura no planeta Terra esteja num nível que a torna habitável para os seres humanos, animais e plantas.

O que também torna as nuvens importantes é o fato de que as previsões do tempo são realizadas ao observarem esse condensado de partículas.

Sem as nuvens também não poderiam existir os trovões, a neve, os relâmpagos e outros fenômenos.

Características da nuvem

As nuvens são compostas por partículas de água, mas também podem ser formadas por partículas de gelo ou desses dois ao mesmo tempo. É comum que as nuvens mais altas sejam constituídas por gelo, enquanto as médias seriam compostas tanto por gelo quanto por água e, por fim, as nuvens baixas sejam constituídas unicamente por água.

Se uma nuvem está escura, isso significa que ela está cheia de vapor de água. Elas são assim porque, ao estarem muito cheias, tornam-se espessas, e estando a vários quilômetros de distância o Sol já não é capaz de atravessá-las. E é por não conseguirem receber a luminosidade que as mesmas ficam mais escuras.

O que acontece com as nuvens escuras é algo similar ao que acontece no oceano, com o fundo estando mais escuro devido a luminosidade não poder alcançar ali.

Classificação das nuvens

A classificação das nuvens se dá por quatro critérios, sendo esses: altitude, aspecto, constituição e aparência.

De acordo com a altitude elas podem ser: nuvens altas (com bases superiores a 6000 metros), médias (com bases enquadradas entre 2000 a 6000 metros) e baixas (essas com bases indo até 2000 metros).

Já de acordo com o aspecto uma nuvem podem ser: estratiforme, que possui seu desenvolvimento na horizontal e possui precipitação leve e de caráter contínuo, ou pode ser cumuliforme, que tem seu desenvolvimento vertical, tendo a capacidade de cobrir isoladamente áreas pequenas ou médias. E essa conta com precipitação mais fraca.

Por sua vez, uma nuvem classificada segundo a sua constituição pode ser: sólida (formada por cristais de gelo), mista (formada tanto por cristais de gelo quanto por água em gotículas) e líquida (constituída apenas de gotículas de água).

Por fim, quando as nuvens são classificadas segundo a sua aparência elas podem ser:

– Cirrus: com uma aparência mais delicada e sedosa, sendo na cor branca e mais fina;

– Stratus: essas são aquelas que constituem as camadas que cobrem uma parte considerável do céu;

– Cumulus: seu desenvolvimento se dá na vertical e elas contam com um contorno bem definido. Sua precipitação se dá em forma de pancadas. Quando essas nuvens são bem desenvolvidas são chamadas de cumulus congestus, já quanto estão fracionadas elas são denominadas de fractocumulus.

Nuvem (informática)

conceito de nuvem
Em informática, há a nuvem que é composta por uma rede de computadores

O termo nuvem é comum ainda na área da informática e descreve uma rede global de servidores que estão conectados entre si. Para esse ecossistema é dado também o nome de cloud computing (em inglês) ou computação na nuvem.

Essa rede de computadores fica a cargo do armazenamento de dados, assim como pelo seu gerenciamento. É a nuvem ainda que fica responsável por executar programas e aplicativos de dispositivos móveis.

Também é através dela que se consegue fornecer serviços de envio e recebimento de e-mails, mídias sociais, entre outras ferramentas e plataformas.

O usuário, ao invés de acessar arquivos do seu computador pessoal ou de um computador local, acessa arquivos e programas online por meio da nuvem. E ele pode usar qualquer dispositivo para isso, desde que o mesmo esteja conectado a internet.

Ferramentas de edição de texto, de vídeo e imagens, hoje em dia, são disponibilizadas com acesso pela nuvem.

Desse modo, o que a nuvem fornece é o acesso a arquivos, ferramentas e serviços em qualquer dia, hora e local, o que torna o dia a dia mais prático.

E a nuvem pode ser pública (onde todos podem acessar os recursos que são disponibilizados nela), privada (apenas um determinado grupo de pessoas pode acessar seus recursos, sendo muitas das vezes hospedada localmente) ou híbrida (podendo ter alguns recursos compartilhados e outros não, segundo o que se necessite).

Uso do termo em sentido figurativo

Por fim, há ainda o uso do termo em sentido figurativo para descrever o agrupamento de alguma coisa, por exemplo:

– A expressão “uma nuvem de problemas” é usada para se referir a muitos problemas que estejam vindo, por exemplo: “hoje a empresa enfrentará uma nuvem de problema depois do vazamento que aconteceu ontem”.

Também se pode usar esse termo para expressar algo que impede a percepção de alguma coisa: “a nuvem da ignorância” ou “a nuvem da falta de conhecimento”.

Citação

SOUSA, Priscila. (21 de Julho de 2022). Conceito de nuvem. Conceito.de. https://conceito.de/nuvem