Conceito.de

Conceito de ontogenia

A ontogenia descreve como se desenvolve um ser humano ou um animal. A noção centra-se sobretudo na etapa embrionária, quando se produz a fertilização do óvulo.

Através da ontogenia, por conseguinte, pode-se analisar as modificações que se produzem na estrutura do indivíduo. As células do zigoto começam a diversificar-se e organizam-se em órgãos e tecidos enquanto crescem, um processo que se leva a cabo de acordo com diversas interacções e à dinâmica interior do organismo em formação.

A ontogenia reconhece diferentes etapas no desenvolvimento. Tudo começa com a fecundação, isto é, com as duas gâmetas que se unem para formar um zigoto. Um processo de activação faz com que o zigoto inicie, através da mitose, a sua segmentação.

A fase seguinte da ontogenia é a embriogénese, que se inicia com a segmentação do zigoto e se estende até à organogénese (a conformação dos diferentes órgãos).

Durante muito tempo, acreditou-se que a ontogenia era uma amostra de como se desenvolve cada espécie durante a sua evolução. A ciência actual, porém, deixou de lado esta teoria, apesar de reconhecer certos elos existentes entre a ontogenia e a denominada filogenia (que estuda a evolução de um taxon de organismos).

A teoria da recapitulação, posto isto, foi substituída pela teoria sintética, que explica a evolução integrando a selecção natural darwiniana com os componentes biológicos hereditários e as mudanças aleatórias que se dão na genética.