Conceito.de

Conceito de ancestral

Escutar o artigo

Ancestral é relativo ao familiar mais antigo de uma pessoa, quem vem antes dela. Geralmente, quando se fala de ancestral (também conhecido como antepassado) é comum que remetamos aos avós e familiares antes deles, de quem se descende.

ancestral
Ancestral possui relação com a ascendência de uma pessoa

É a arqueologia a ciência que estuda sobre a humanidade e como os povos evoluíram, mas há ainda mais área que trata de modo mais específico sobre isso, que é a paleoantropologia. A paleoantropologia preocupa-se em estudar sobre a evolução humana, tendo mais foco nas espécies ancestrais dos seres humanos.

Países como os Estados Unidos, por exemplo, oferecem testes que são feitos pela própria pessoa (bastando adquirir um kit pela internet e enviar uma amostra de saliva) onde é possível conhecer ais sobre seus antepassados. Com esse teste, por exemplo, é possível identificar possíveis primos. Com a ajuda dele muitas pessoas conseguem elaborar sua árvore genealógica com mais facilidade.

A teoria da evolução na ancestralidade

É descrito pela teoria da evolução que tal fato gerou muitas espécies hominínias, as quais tiveram um ancestral em comum. Contudo, ainda não se tem conhecimento sobre quem seria esse ancestral em comum entre os humanos e os chimpanzés (posto isso, muitos arqueólogos definem que o homem não veio desse primata, mas possui com ele um ancestral em comum).

Ao longo dos anos o conhecimento do homem sobre a sua ancestralidade aumentou muito, onde acredita-se que o homem esteja mais próximo de entender sobre a sua árvore genealógica hominínia.

Árvore genealógica e ancestrais

É através da elaboração da chamada árvore genealógica que muitas pessoas passam a conhecer quem foram seus ancestrais, no que diz respeito ao seu âmbito familiar. Nessa representação é possível saber mais sobre bisavós, tataravós, primos e pessoas que vieram muito antes, conhecendo as origens.

Para muitas pessoas, a montagem de uma árvore genealógica é um modo de se descobrirem, de entenderem que são. Em outras palavras, isso é mais do que saberem sobre seus ancestrais, mas é um modo de conhecerem suas raízes e entenderem quem são.

Ancestral comum

Ancestral comum define uma espécie que, por meio do processo conhecido como descendência com modificação, origina novas espécies. Pode-se fazer a representação das relações evolutivas dos organismos através de árvores filogenéticas (ou também filogenias), que tratam-se de diagramas ramificados no formato de árvore que apresentam as relações ancestrais entre as espécies.

Nas filogenias, há galhos que servem para representar cada espécie ou cada grupo (existente ou extinto) e cada ponto de ramificação faz a representação de um ancestral. Para ler essas árvores, o processo é similar ao que é feito com a árvore genealógica, onde os organismos que possuem um ancestral em comum costumam ser mais aparentados.

A ancestralidade comum é um critério utilizado para fazer a classificação das espécies, sendo o principal em uso. Nesse caso, o grupo que conta com uma espécie ancestral e todos os descentes desse é chamado de clado ou de monofilético.

Bruxaria Ancestral

conceito de ancestral
Bruxaria ancestral é como é a tradição bruxa que venera deuses ancestrais

Bruxaria ancestral é como é chamada a tradição bruxa de adoração aos deuses que são ancestrais, que são deuses definidos como vindo antes do surgimento das religiões mais atuais, descrito que o culto a esses vem antes do surgimento da civilização atual.

Nos dias atuais, não há mais tantos que seguem esse tipo de bruxaria, restando apenas a instituição Ordem Sagrada de Bennu, como seguidora e professante dessa.

Foram realizados estudos paleoarqueológicos que indicam que haviam cultos a uma só Deusa Mãe durante a chamada Era Glacial Würm III. Dentre esses achados estão: as estátuas da Vênus de Lespugue, da Vênus de Laussel e da Vênus de Willendorf, além da antiquíssima Vênus de Tan-Tan.

Mas bruxaria ancestral não é o mesmo que bruxaria familiar, sendo essa última uma bruxaria que é passada de geração para geração, dentro de uma mesma linhagem na família (geralmente acontecendo de mãe para filha nesse caso). Por sua vez, a bruxaria ancestral é aquela passada por linhagem bruxa através da via iniciática, em outras palavras, ela é passada de um mestre até um chamado peregrino, não sendo preciso que haja sangue bruxo.

As bruxas ancestrais veneram um panteão que é próprio, mas esse é apresentado apenas aos iniciados. O único casal de deidades de seu grupo de deuses que divulgam também para os que não fazem parte do seu grupo é Kher-Nun e também Hator.

O bruxo ancestral acredita que o ser humano faça parte da natureza e que o mesmo não é nem mais e nem menos importante do que os demais integrantes dela. Esse é o dogma principal desse tipo de religião. Posto isso, esse bruxo possui como objetivo reintegrar o ser humano com o universo, o que vai contra o aquele modelo que encontra-se presente como o fundamento das mais variadas maneiras de expressão do que tange a religiosidade. Ao sumo sacerdote da bruxaria ancestral é dado o título de Bennu Kher.

Citação

SOUSA, Priscila. (31 de Março de 2022). Conceito de ancestral. Conceito.de. https://conceito.de/ancestral