Conceito.de

Conceito de parlenda

Escutar o artigo

Parlenda é um texto que faz a combinação de palavras para compor versos infantis breves e repetitivos. E se trata de algo que faz parte do folclore brasileiro.

parlenda
A parlenda ajuda a criança a descobrir o mundo a sua volta e a socializar

Os versos de uma parlenda são fáceis de serem memorizados e os mesmos não possuem autores, logo, tratam-se de criações anônimas. E tais criações são transmitidas de geração para geração, podendo ser de pai para filho ou de avós para netos, por exemplo.

Mas além de serem textos divertidos, as parlendas ainda ajudam a criança a desenvolver a memorização, a leitura e a dicção. É comum que tais criações sejam usadas durante brincadeiras como as brincadeiras de roda ou mesmo em histórias ou somente para fins de diversão.

Os adultos costumam usar esses versos para entreter as crianças e as crianças também os usam com o objetivo de socializar com outras crianças.

Existem muitas parlendas que foram criadas há décadas e tanto essas quanto as mais atuais representam uma parte do folclore do Brasil.

Alguns desses versos possuem um significado, enquanto outros apenas são usados com fim de proporcionar divertimento. Um exemplo de parlenda com sentido é a que muitas crianças no Brasil costumam dizer quando fazem uma brincadeira com outra criança:

“Enganei um bobo…

Na casca do ovo!”

O exemplo a cima se trata de uma parlenda curta e que tem o objetivo de citar quando se consegue enganar outra pessoa com uma brincadeira.

A parlenda nas fases da vida

É comum que os pais cantem as parlendas para seus bebês a fim de acalmá-los ou mesmo para pô-los para dormir, com a criança já ali descobrindo sobre parte da cultura do lugar onde nasceu.

Tempos depois, a criança, agora já andando e falando, começa a explorar esses versos divertidos nas suas brincadeiras. Com esses versos nas brincadeiras, a criança ainda aprende sobre si mesma e sobre as coisas a sua volta.

Um exemplo seria a parlenda “dedo mindinho, seu vizinho, pai de todos, fura bolo…”. Essa parlenda ajuda a criança a conhecer sobre os seus dedos das mãos.

Os pais que citam as parlendas para seus filhos trazem para eles uma riqueza linguística, ou seja, estão ajudando a expandir o vocabulário dos mesmos.

E como tudo o que integra o conhecimento popular, a parlenda é algo que vai sendo modificado. E sendo passados de pessoa para pessoa, esses versos se espalharam por todo o país. Esse feito foi algo que ajudou a manter viva a literatura oral no Brasil.

Funções da parlenda

conceito de parlenda
Os adultos podem usar as parlendas no aprendizado das crianças

Pesquisadores que estudam sobre as manifestações artistas, como folcloristas e antropólogos, relatam que esses versos fazem muito mais do que divertir e ajudar no desenvolvimento da fala.

A parlenda ajudariam também na organização das brincadeiras, melhorando a socialização das crianças. Nesse caso, a parlenda poderia ditar de quem é a vez numa brincadeira. E elas também apresentam para as crianças importantes conceitos como os números, os dias da semana, entre outros.

E é devido a esse e outros motivos que a parlenda é algo comum na educação infantil no Brasil. Para os professores, esses versos contribuem para a aprendizagem das crianças, estimulando o uso das palavras nos jogos, além da exploração da entoação e do ritmo.

Contudo, nas grandes cidades é cada vez menos comum ver crianças nas ruas ou parquinhos usando as parlendas em suas brincadeiras. Mas há ainda o uso delas nas escolas ajudando a disseminar essa parte da cultura do Brasil.

E com muitas rimas e musicalidades nos versos que compõem a parlenda, será fácil tanto para as crianças quanto para os adultos os memorizar.

Exemplos de parlendas

“Um, dois, feijão com arroz.

Três, quatro, feijão no prato.

Cinco, seis, chegou minha vez

Sete, oito, comer biscoito

Nove, dez, comer pastéis.”

 

“Era uma bruxa

À meia-noite

Em um castelo mal-assombrado

Com uma faca na mão

Passando manteiga no pão.”

 

“Meio-dia

macaco assobia

panela no fogo

barriga vazia.

Meio-dia

macaca Sofia

fazendo careta

pra Dona Maria.”

 

“Uni duni tê

Salamê min guê

O sorvete colorido

O escolhido foi você!”

 

Essa parlenda acima é comum de ser usada quando a criança quer fazer uma escolha. Assim, ela cantarola essa parlenda a fim de, por meio de uma brincadeira, decidir sobre qual comida escolher ou qual amigo escolher para fazer parte do seu time num jogo, por exemplo.

Versões de uma parlenda

É comum que uma mesma parlenda possua distintas versões, pois, como citado, esses versos costumam ser passados oralmente de pessoa para pessoa ao longo de gerações.

Um exemplo comum disso é a parlenda a seguir:

“Batatinha quando nasce,

Se esparrama pelo chão,

Menininha quando dorme,

Põe a mão no coração.”

Essa mesma parlenda possui ainda as seguintes versões:

“Batatinha quando nasce,

Espalha a rama pelo chão,

Menininha quando dorme,

Põe a mão no coração.”

E também:

“Batatinha quando nasce,

Se esparrama pelo chão,

Mamãezinha quando dorme,

Põe a mão no coração.”

Citação

SOUSA, Priscila. (30 de Agosto de 2022). Conceito de parlenda. Conceito.de. https://conceito.de/parlenda