Conceito de quasar


Out 15, 15

A noção de quasar é usada na astronomia para designar um determinado tipo de corpo celeste, caracterizado por se tratar do tipo de astro que se encontra mais afastado/longe no universo.

De tamanho reduzido, os quasares destacam-se pela emissão de radiação na totalidade das frequências e pela sua importante luminosidade. Isto permite que, apesar da enorme distância que separa os quasares do nosso planeta, possam ser observados.
Os conhecimentos científicos que se têm acerca dos quasares mudam à medida que se realizam novos descobrimentos.

Actualmente, acredita-se que os quasares podem liberar um nível de energia semelhante à soma de energia liberada por mais de um centenar de galáxias de tamanho médio. A luminosidade de um quasar, por sua vez, equivale a um bilião de sóis.

Os cientistas descobriram, até ao momento, cerca de duzentos mil quasares. Aquilo que se encontra mais perto do nosso planeta situa-se nada menos do que a 780 milhões de anos-luz. Graças à radiação em diferentes frequências, os quasares são observados em vários lugares do espectro electromagnético: os raios X, os raios gamma, os raios ultravioletas, etc.

Cabe destacar que podemos encontrar o termo quasar escrito de distintas maneiras. Mencionado como quasar, remete o termo inglês original. Também se pode indicar como cuasar, dependendo das alterações relativamente às palavras começadas por Q podendo escrever-se com C.