Conceito.de

Conceito de remédio

Escutar o artigo

Remédio, do latim “remedium“, é o que se usa com o propósito de curar. Recursos utilizados com o objetivo de sanar a dor ou aliviá-la, para eliminar desconfortos ou tratar uma doença são classificados como remédio.

remédio
Todo medicamento se trata de um remédio

Esse termo se aplica então a diversos recursos terapêuticos que são usados com o objetivo de tratar alguma enfermidade. E os remédios podem tanto ser aqueles elaborados em laboratórios como ainda as alternativas naturais, como é o caso de chás e infusões.

Como o nome pode sugerir, um remédio tem o objetivo de remediar um quadro de saúde, ou seja, de desfazer esse quadro de saúde. Assim, se há um paciente com dores de cabeça, um remédio pode proporcionar o alívio para esse sintoma.

História do remédio

A história dos remédios remonta o período em que o homem descobria a cura por meio da natureza.

Havia a figura do boticário, que era responsável por conhecer e buscar a cura de doenças, devendo esse ter equipamentos, local para trabalho e também para armazenar os remédios produzidos. No Brasil, por exemplo, foi Diogo Castro o primeiro boticário, o mesmo teria sido trazido de Portugal pelo então governador Thomé de Souza.

No século XVI, o estudo sobre os remédios teve notável repercussão, havendo a pesquisa sistemática sobre os princípios ativos presentes nas plantas e nos minerais que teriam a capacidade de curar doenças. Tempos mais tarde ela seria implementada na indústria farmacêutica, e, por meio dela, se fariam novos estudos e medicamentos de modo mais rápido.

Enquanto isso foi no século X que se deu início as atividades com relação à farmácia, quando surgiram também as boticas, que eram locais onde eram preparados os medicamentos, funcionando como um tipo de farmácia. Até então, a medicina e a farmácia atuavam como uma única profissão.

Tempos mais tarde, agora no século VVIII, medicina e farmácia enfim separam-se e o médico ainda seria proibido de possuir uma botica.

Remédio e medicamento

conceito de remédio
Os remédio podem ser opções naturais, como chás, ou mesmo fármacos

Muitos confundem remédio com medicamento, mas enquanto o remédio compreende todos os meios aplicados para a cura ou alívio de sintomas e doenças, o medicamento é uma preparação elaborada em farmácia ou laboratório, por exemplo, recebendo as especificações técnicas e legais cabíveis. Desse modo, um medicamento é também um remédio usado para tratar uma doença específica.

Boa parte dos medicamentos são utilizadas para a cura de sintomas de muitas doenças. De igual modo, os remédios podem ser usados para isso, sejam eles os produzidos em indústrias farmacêuticas ou os naturais, obtidos diretamente da natureza.

Remédios, logo, são quaisquer tipos de cuidados que focam em curar ou em trazer alívio para doenças, sintomas ou desconforto. Contudo, diferente dos medicamentos, a existência deles não é com foco nisso, também, os mesmos nem sempre são criados e feitos com base em pesquisas e obedecendo as especificações da Anvisa.

Posto isso, um chá feito em casa pode ser um remédio para uma dor de garganta ou resfriado, do mesmo modo que compressas quentes podem ser um remédio para relaxar os músculos e proporcionar alívio para dores como torcicolo.

Uso adulto e pediátrico e dosagem

Um remédio pode ainda ter restrição de idade, havendo os de uso adulto e os de uso adulto e pediátrico (para crianças), por exemplo. E a existência desses evita, por exemplo, que a criança consuma alguma substância que seria forte demais para seu organismo ou que se tenha que partir um comprimido, gerando riscos para ela.

No caso, esses remédios seriam medicamentos elaborados para ambos os públicos.

Um problema também na hora de dividir o medicamento que não foi feito para isso é que a pessoa pode receber uma dosagem diferente, já que o comprimido seria partido em partes diferentes, o que poderia, por exemplo, favorecer as bactérias no caso de uma infecção, caso haja uma subdosagem (dosagem baixa). E isso vale para crianças ou adultos.

Contudo, tais medicamentos, quando produzidos, não são testados em crianças, mas sim em adultos. Para muitos especialistas, isso poderia representar um problema, já que não se sabe exatamente quais os benefícios e os malefícios que os mesmos causariam no público infantil.

O remédio pode ainda ser um medicamento usado com variação na dosagem segundo o peso do indivíduo. Um exemplo seria se na receita do medicamento houvesse: 50mg/Kg, isso significaria que a dosagem daquele medicamento seria de cinquenta miligramas a cada quilo de peso de um paciente.

Remédio no sentido figurativo

Há ainda o uso desse termo nos casos em que se deseja descrever sobre consertar ou reparar algo não tangível, por exemplo:

– Preciso remediar a situação e fazer com que eles voltem a se falar;

– Dizem que ele é um homem que não tem remédio, sempre foi mal e mesquinho assim e continuará sendo até que queira mudar de verdade;

– O empresário viajou até a filial no outro país com o objetivo de remediar a situação que ocorria ali.

Citação

SOUSA, Priscila. (31 de Agosto de 2022). Conceito de remédio. Conceito.de. https://conceito.de/remedio