Conceito.de

Conceito de prospecto

Prospecto, do latim prospectus (“examinar”), é o folheto ou impresso que acompanha diversos produtos e que inclui informação sobre a sua composição, forma de utilização, utilidade e contra-indicações, como é o caso, por exemplo, dos produtos farmacêuticos (medicamentos ou remédios) a que também se dá o nome de bula.

Exemplos: “Antes de tomar qualquer antibiótico, deves ler o prospecto com atenção”, “O prospecto indica que este analgésico pode causar sonolência”, “Se tiveres alguma dúvida, não deixes de consultar o prospecto, mas o melhor é aconselhares-te com um médico de confiança”.

No caso das bulas propriamente ditas, o prospecto pode incluir informações de diverso tipo. Entre os conteúdos que não costumam faltar, destacam-se a identificação do medicamento (o nome comercial e o principio activo), a sua composição e a forma farmacêutica, a identificação de quem autorizou o produto, as indicações terapêuticas, as precauções de uso, as advertências especiais, a posologia, a frequência de administração e a descrição das possíveis reacções adversas.

Um prospecto também pode ser uma exposição breve sobre um escrito, uma obra, uma mercadoria, etc. No âmbito do marketing, dá-se o nome de prospecto ao potencial cliente ou consumidor.

Os programas informáticos CRM (Customer Relationship Manager) costumam trabalhar com informação sobre prospectos para que os vendedores possam concretizar a operação e transformar esses prospectos em clientes: “O gerente pediu-me que lhe enviasse a lista de prospectos para determinar quais são os mais importantes”, “Diz ao João que o prospecto do Chile acabou por desistir da compra”, “A nossa equipa de vendas pode gerir mais de cem prospectos em simultâneo”.