Conceito.de

Conceito de Romantismo

Escutar o artigo

Romantismo se tratou de um importante movimento artístico e intelectual ocorrido entre os séculos XVIII e XIX no ocidente. O mesmo é descrito como aquele que ajudou a ascender a burguesia e também a individualidade nesse período.

romantismo
O Romantismo tratou-se de um movimento artístico do ocidente que se deu entre os séculos XVIII e XIX

Com isso, as obras que eram classificadas como sendo do Romantismo (obras românticas) tinha como base elementos que remetiam à burguesia, que era a classe social usada em muitos países como substituta da elite absolutista.

Quando esse movimento artístico se originou na Europa, entre os intelectuais o clima era de rebeldia, enquanto na política despontava o liberalismo político, o inconformismo se instaurava no âmbito social e, por fim, na área artística se repudiavam as regras. Por isso esse ficou conhecido como um período de muita oposição.

Origem do Romantismo

O Romantismo tem sua origem na Europa no século XVIII, sob o impacto da Revolução Francesa, da Revolução Industrial e do iluminismo, movimento intelectual e filosófico que tinha como base a razão. A duração do Romantismo foi até meados do século XIX, pois em seguida seria a vez do Realismo dominar.

Não demorou muito para que o estilo chegasse até outros países, inspirando muitos campos da arte: pintura, escultura, arquitetura, literatura e música.

Enquanto isso, esse movimento teve início no Brasil em meados do século XIX, sendo a obra intitulada de “Suspiros poéticos e saudades”, de Gonçalves de Magalhães, publicada em 1836, a que marcou esse começo.

Uma importante obra para o Romantismo foi “Os sofrimentos do jovem Werther”, de autoria de Goethe, a qual foi publicada na Alemanha no ano de 1774. Essa obra serviria de base para a chamada escola literária.

Já na Inglaterra, esse movimento artístico teria despontado no começo do século XIX, com ênfase para a poesia ultrarromântica de Lord Byron, por exemplo, além do Ivanhoé, um romance de Walter Scott.

Dava-se o nome de romance também para as obras folclóricas e que eram de cunho popular, as quais eram elaboradas em latim vulgar, seja em verso ou em prosa, onde essas abordavam sobre aventuras e fantasias.

Características do Romantismo

Em cada país o Romantismo possui as suas características, mas há algumas que são padrões em praticamente todos, tais como:

– Sentimentalismo exacerbado;

– Egocentrismo: onde a pessoa é tida como o centro do mundo, algo de suma importância;

– Nacionalismo: quando se dá valor para todas as características de uma determinada nação;

– Idealiza o amor e também a mulher: são bem comuns as obras com foco nisso;

– Saudades da infância: obras remetem aos bons tempos dessa fase na vida do autor;

– Há também o uso de versos livres;

– Outra característica é que a narrativa é ampla e reflete uma sequência de tempo;

– Além do que, uma das principais características é o tom depressivo, com obras que exaltam a fuga da realidade por meio de sonhos, da morte, entre outros. Muitos autores fazem uso desse recurso em suas obras.

Romantismo no Brasil

No Brasil, o que marcou o início do Romantismo foi quando, no ano de 1836, Gonçalves de Magalhães, publicara o livro intitulado de “Suspiros Poéticos e Saudades”.

Se pode observar que existem pelo menos três fases desse movimento artístico no país, sendo: indianistas, ultrarromânticos e condoreiros.

Como exemplo de importante autor brasileiro desse movimento, se pode citar José de Alancar, quem trouxe obra que abordavam sobre a sociedade no país e os diversos ambientes, como o rural, o urbano e, mesmo, o mitológico. No caso desse último, se pode mencionar o romance “O Guarani”, abordando por meio da mitologia sobre a criação dos brasileiros.

Romantismo em Portugal

Em Portugal, o Romantismo teve duas fases, sendo:

Primeiro momento (primeira fase): aqui alguns autores trazem temas para suas obras que discorrem sobre política e assuntos históricos de Portugal naquela época, a exemplo de Alexandre Herculano e Antônio Feliciano de Castilho;

Segundo momento (segunda fase): já aqui se tem como autores Soares de Passos e Camilo Castelo Branco, os quais buscavam fazer com que o Romantismo pendesse para algo mais sentimental e egocêntrico, fazendo ainda a ampliação dos traços ultrarromânticos da estética.

Romantismo em sentimento

conceito de romantismo
Romantismo pode ainda ser ainda quando alguém expressa sentimentos amorosos para outra pessoa

Por fim, há também o uso do termo romantismo para se referir a qualidade ou atitude do que é romântico. Se uma pessoa possui muito sentimentalismo por outra pessoa, ela tende a demonstrar isso por meio de ações e atitudes que expressem a sua afeição, apresentando o sentimento amoroso que essa pessoa possui. Por exemplo:

– Marcos sempre vinha cheio de romantismo para ver se conseguia cativar o coração de Marina, mas era tudo em vão;

– Ele não gostava de muito romantismo, sendo esse um dos motivos para os seus relacionamentos amorosos serem tão rasos.

Quando uma pessoa realiza atos de romantismo, ela está repleta de sentimentos românticos, quase sempre tendo o objetivo de ter um relacionamento amoroso duradouro.

Citação

SOUSA, Priscila. (13 de Outubro de 2022). Conceito de Romantismo. Conceito.de. https://conceito.de/romantismo