Conceito.de

Conceito de intelectual

Escutar o artigo

Intelectual é um termo que deriva do vocábulo latino intellectuālis e que permite fazer referência àquilo que pertence ou que é relativo ao entendimento.

Exemplos: “Este problema é intelectual, nada que se resolva através da força”, “Não tenho vontade nenhuma de fazer qualquer esforço intelectual cada vez que vou ao cinema”, “Denotam-se graves falências intelectuais nos alunos que não estejam habituados a ler desde pequenos”.

O adjetivo intelectual, por conseguinte, tende a ser usado em oposição ao corporal ou físico, aparecendo associado ao espiritual ou ao simbólico. Quando se diz que algo se deve resolver de maneira intelectual, significa que a solução desse assunto só se consegue através do pensamento e da reflexão. Por conseguinte, não importa aqui a força física que é aplicada.

Por outro lado, são consideradas intelectuais as pessoas que se dedicam às letras e às ciências. Estes sujeitos investem o seu tempo a estudar a realidade e a refletir nos problemas sociais.

Os intelectuais, assim sendo, formam um grupo social que tenta educar a população, propor debates e explicar certos fenómenos. Neste sentido, diz-se que os intelectuais têm o dever moral de fomentar/promover a reflexão crítica.

Para o marxismo, um intelectual orgânico é aquele que, apesar de pertencer a uma classe superior, se compromete com a condição das classes baixas e trabalha pela liberação dos mais desfavorecidos e desprotegidos.

O coeficiente intelectual (QI), por último, é o número resultante de uma prova estandardizada que mede as capacidades cognitivas de um ser humano.

A pontuação de Q.I. trata-se de uma indicação de como uma pessoa se compara em relação à maioria dos demais que estão no seu mesmo grupo de idade.

Mas, ainda no que diz respeito ao Q.I., esse é um indicador que não mede habilidades como o talento artístico ou musical de uma pessoa, assim como muitas outras habilidades. O que esse quociente de inteligência é usado em testes para indicar as habilidades que uma pessoa possui de raciocinar, resolver problemas, pensar, etc., sendo algo essencial para a vida em seus diferentes âmbitos.

Quando se diz que uma pessoa é muito intelectual o que significa é que ela é capaz de refletir sobre distintos temas que são relevantes para a sociedade ou mesmo que sejam relevantes de modo individual, sendo essa uma pessoa bastante culta.

Mas existem também aqueles que se definem como intelectuais e não os são, mas apenas fingem que possuem algum conhecimento e interesse sobre um ou mais temas como cultura, ciência, politica, literatura, etc., esses são classificados como pseudointelectuais, sendo que não apenas não possuem conhecimento sobre tais temas como também não gostam dos mesmos.

A propriedade intelectual trata-se de um ramo do Direito com foco em preservar e proteger a autoria do conhecimento ou mesmo criação de natureza humana. Desse modo, por meio dela a pessoa que cria algo ou também que tenha uma ideia pode garantir que essa não seja roubada por outro indivíduo. Mas essa pessoa detém os direitos sobre o que ela criou.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (1 de Março de 2014). Conceito de intelectual. Conceito.de. https://conceito.de/intelectual