Conceito.de

Conceito de sensibilidade

Escutar o artigo

Do latim sensibilĭtas, a sensibilidade é a faculdade de sentir (o que é próprio nos seres sensíveis e animados). O termo adquire diferentes significados de acordo com o contexto.

A sensibilidade pode ser a propensão natural de o ser humano se deixar levar pelos afetos da ternura e da compaixão. Exemplos: “A foto de uma criança desnutrida despertou a minha sensibilidade e decidi colaborar”, “O meu marido não é grande apreciador deste tipo de filmes, acho que ele não tem a sensibilidade muito apurada”, “Para trabalhar no hospital, deve-se deixar a sensibilidade de lado e não se comprometer afetivamente com os pacientes”.

Num contexto artístico, a sensibilidade está relacionada com a intenção estética. As pessoas sensíveis, neste sentido, têm propensão para se exprimirem através da arte e a evidenciarem diversos matizes: “É um pintor de grande sensibilidade”, “O novo filme vem comprovar, uma vez mais, a sensibilidade deste realizador”.

Para a biologia, a sensibilidade é a capacidade que os seres vivos têm de percepcionar/captar estímulos, tanto internos como externos, através dos sentidos. O sistema nervoso tem uma função fisiológica que permite detectar as variações físicas ou químicas através dos órgãos sensoriais: “Nesta parte da mão, temos mais sensibilidade”, “Um acidente fê-lo perder a sensibilidade dos dedos”.

A “fotofobia”, conhecida também como “sensibilidade à luz”, trata-se de uma condição visual que gera desconforto numa pessoa quando ela está em contato com a claridade, seja ela natural ou artificial. Logo, essa pessoa tem problemas tanto com as luzes de lâmpadas como também com a luz do sol, por exemplo.

Diz-se que as pessoas que possuem olhos de cores mais claras como verdes ou azuis têm maior predisposição para a sensibilidade a luz devido a que a camada dos seus olhos absorvem menos a luz do que os olhos de cores comuns.

Outro tipo de sensibilidade é a hiperacusia, chamada também de fonofobia ou sensibilidade a certas frequências de sons. Quem sofre com esse problema possui menos tolerância a ruídos do dia a dia e costuma fugir das situações que causem irritação ou que gerem em si crises de ansiedade.

O termo hiperacusia significa “muita audição” ou também “audição excessiva”. No entanto, é importante esclarecer que as pessoas que sofrem com essa condição têm uma audição normal, ou seja, elas não escutam melhor que outras escutam, mas o que acontece com essas pessoas é que elas possuem uma intensidade que varia mais para alcançar o desconforto, tendo uma diminuição na tolerância a certos sons.

Há também a sensibilidade cutânea plantar que se trata da percepção de pressão de contato com o solo, sendo algo importante para o chamado sistema somatossensorial. Há vários fatores que podem gerar alterações nesse tipo de sensibilidade, ainda mais no caso da região plantar dos pés, tais como a idade.

Sensibilidade, por fim, é a medida de eficácia de alguns aparelhos ou de certas máquinas. O conceito diz respeito à capacidade de detectar uma magnitude (grandeza) ou de responder a uma ordem: “Este é um dispositivo de grande sensibilidade, capaz de detectar objetos que estejam enterrados a mais de cem metros”.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (21 de Maio de 2013). Conceito de sensibilidade. Conceito.de. https://conceito.de/sensibilidade