Conceito.de

Conceito de sociograma

Um sociograma é uma técnica que, através da observação e da contextualização, apresenta sob a forma de um gráfico as várias relações entre os sujeitos que formam um grupo. Deste modo, consegue explicitar os vínculos/laços de influência e de preferência que existem nesse mesmo conjunto.

Os sociogramas são usados para explicar a estrutura de uma organização, seja esta grande ou pequena. Também se trata de uma ferramenta que permite analisar o funcionamento das redes fraudulentas, por exemplo.

O sociograma é uma técnica sociométrica, ou seja, uma técnica que permite medir/avaliar as relações sociais entre os integrantes de um grupo humano, onde os respectivos elementos se conhecem, têm objetivos em comum e se influenciam mutuamente.

Graficamente, um sociograma representa as relações interpessoais através de pontos (os indivíduos), os quais estão ligados por uma ou mais linhas (as relações interindividuais).

O gráfico obtido permite visualizar as relações de afinidade, detectar subgrupos dentro do grupo principal e localizar os líderes sociométricos (as pessoas mais influentes). Desta forma, consegue-se atuar sobre o grupo para ativar potenciais vínculos/laços ou desativar os já existentes.

O sociograma é portanto uma ferramenta bastante usual na área da sociologia, que é a ciência que estuda os grupos sociais. Com este tipo de técnicas, a sociologia analisa as relações que os sujeitos mantêm uns com os outros e com o sistema, e o grau de coesão que existe na estrutura social.

Os métodos da sociologia podem ser qualitativos (com descrições detalhadas de situações, comportamentos e pessoas) ou quantitativos (quando dizem respeito a características e variáveis que possam ser representadas por valores numéricos).

Sociograma (assim como psicodrama) são termos criados pelo médico humanista Jacob Levy Moreno. Moreno tinha como maior sonho a transformação social e sempre que fazia intervenções em Viena ele compelia as pessoas a buscarem por novas formas de estarem no mundo.

De acordo com Moreno, para que um sociograma seja bom ele precisa ser legível. Ele ainda afirmava que a quantidade de linhas que se cruzam influenciavam nisso, onde quanto menos linhas, então melhor será o sociograma.

Moreno apresentava um sistema de sociograma onde propunha que, após coletar e tabular as escolhas, se iniciasse pelas pessoas que fossem mais escolhidas, em seguida se colocaria essas pessoas em suas formações naturais: com três pessoas num triangulo, quatro num quadrado, etc., estando muito bem separadas no papel.

Cabe dizer, no entanto, que nem todo o sociograma que possui um menor cruzamento de linhas é o mais legível. Outra coisa importante para relatar é que não é tão simples posicionar as pessoas em suas formações naturais, uma vez que cada pessoa poderá fazer parte de distintas formações.

Mas, com tudo isso, observa-se que o principal objetivo do sociograma é fazer com que a leitura das relações seja mais fácil. Logo, ele é uma ferramenta que deve permitir uma visualização das relações do modo mais claro possível.

Uma das vantagens de usar sociogramas é no caso das empresas, onde se pode construir ambientes mais positivos com a análise das dinâmicas sociais.

Atualmente, com o advento e disseminação da tecnologia e da internet, existem muitas ferramentas online onde é possível elaborar sociogramas ou trabalhar sobre modelos prontos.