Conceito.de

Conceito de relação jurídica

Dá-se o nome de relação jurídica ao vínculo, estabelecido e regulado de maneira legal, entre dois ou mais sujeitos relativamente a determinados interesses. Trata-se de uma relação que, devido à sua regulação jurídica, gera efeitos legais.
Dito de outra maneira: uma relação jurídica é aquela que forjam sujeitos jurídicos quando uma norma atribui certas consequências ao vínculo. Destas derivam direitos e obrigações que ligam as partes intervenientes.

A relação jurídica é o resultado do vínculo entre duas ou mais pessoas, sendo que essas pessoas tem como tutela o Direito, já que é o Direito quem cria as obrigações e os direitos dos envolvidos. Desse modo, se temos, por exemplo, um locador e um locatário para o caso do aluguem de um imóvel, há então um vínculo entre ambos (relação jurídica) e há também os direitos e deves de cada um.

Uma relação jurídica, por conseguinte, conta com sujeitos (as pessoas jurídicas ou naturais que se vinculam), contidos (os direitos e as obrigações repartidas entre estas pessoas) e um objeto (um fragmento da realidade social que é determinado pela relação em questão). Relativamente aos sujeitos, há pessoas às quais se lhes atribui direitos e outras que assumem obrigações relativamente ao cumprimento desses direitos.

Define-se por relação jurídica as relações sociais onde o ordenamento tem a preocupação de qualifica-las a fim de proteger as partes envolvidas, prevenindo e aplicando as devidas leis quando necessárias.

A relação jurídica tem como elementos o sujeito ativo o sujeito ativo e o sujeito passivo. O sujeito ativo trata-se do titular ou a parte principal do vínculo, já o sujeito passivo é aquele a quem ficam destinadas as obrigações. Em outras palavras, o sujeito ativo pode exigir que o sujeito passivo cumpra com suas obrigações na relação jurídica na qual ambos estão inseridos.

Há ainda dois tipos de concepções teóricas no que diz respeito a relação jurídica: a personalista e a normativista. A personalista, que é a mais tradicional e dominantes nos dias atuais, apresenta o vínculo entre dois sujeitos, estabelecido devido a um objetivo, no qual a norma jurídica outorga direitos para um e deveres para o outro. Já a normativista prega que os sujeitos envolvidos não estão um sobre o outro um contra o outro, mas ambos estão em condição de igualdade e colaboração, debaixo do jugo da norma jurídica que faz a fortificação da relação.

Existem diversos tipos de relações jurídicas. As relações familiares são aquelas que surgem como garantia da instituição familiar. A lei estabelece, por exemplo, que os pais têm a obrigação de garantir o sustento dos seus filhos até estes serem maiores de idade.

As relações sucessórias ou hereditárias, por sua vez, contemplam os direitos e as obrigações que têm os indivíduos que são sucessores de alguém falecido (como o direito a herdar os seus bens).

As relações jurídicos-reais (vinculadas ao direito de um sujeito de atuar como lhe é adequado relativamente aos bens da sua propriedade) e as relações obrigatórias (a obrigação de respeitar os direitos de outra pessoa) são outros tipos de relações jurídicas.

ÚLTIMAS DEFINIÇÕES

Conceito de

engolir

A etimologia do verbo engolir nos remete à palavra latina “ingullīre” com o mesmo significado. O conceito refere-se...

Conceito de

grampeador

Um grampeador é uma ferramenta usada para grampear papéis. O verbo grampear, por sua vez, se refere a unir, acoplar ou prender...

Conceito de

convencido

Convencido é um adjetivo que serve para qualificar o indivíduo que acredita excessivamente em seu valor ou capacidade. O...

Conceito de

engrenagem

A ideia de engrenagem é frequentemente usada no campo da mecânica para se referir à consequência de engrenar. Este verbo...

Conceito de

maçador

O adjetivo maçador é usado para descrever o que é árduo ou fastidioso. As atividades maçadoras costumam ser realizadas por...

Conceito de

englobar

A noção de englobar tem sua origem em uma locução adverbial: em globo. Um globo, por sua vez, é uma esfera ou um objeto...

Conceito de

gerar

O verbo gerar, que procede do vocábulo latino “generāre”, alude à geração de uma nova vida. Pessoas e animais,...

Conceito de

“engagement”

O termo “engagement” não faz parte do Dicionário Brasileiro da Língua Portuguesa online da Michaelis. Mas, podemos...

ARQUIVOS