Conceito de transição


Fev 08, 13

Transição, do latim transitĭo, é a acção e o efeito de passar de um estado para outro diferente. O conceito implica uma mudança numa forma de ser ou de estar. De um modo geral, entende-se como sendo um processo com uma certa extensão no tempo.

A transição é uma espécie de etapa não permanente entre dois estados. Por exemplo, fala-se de transição política para fazer referência às etapas sucessivas que se vivem num país durante a mudança de um sistema por outro.

Pode-se fazer referência à transição para a democracia quando um regime militar chega ao seu fim e começa a desenvolver-se a vida democrática. Neste tipo de transições, é hábito conviverem, numa primeira etapa, elementos de ambos os regimes (pode haver eleições livres embora se mantenham os juízes designados pela ditadura, entre outras situações semelhantes).

A nível económico, também existem diferentes transições. A transição do feudalismo para o capitalismo é a fase do desenvolvimento histórico que implica a desaparição dos feudos e a instauração do regime capitalista. A transição para o capitalismo também teve lugar quando antigos países comunistas adoptaram o capitalismo após a queda da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (U.R.S.S.).

No caso da adopção do comunismo, a transição tende a ser mais drástica, daí se falar de revolução (como no caso de Cuba) e se associar a uma instauração quase imediata do novo regime.

No tratamento de imagens, por fim, a transição é um efeito especial que se utiliza para fazer aparecer um diapositivo e substituir aquele que é mostrado num determinado momento ou sobre um fundo negro.