Conceito.de

Conceito de feudalismo

Escutar o artigo

Nomeou-se de feudalismo o modelo de organização política, social e econômica existente na Europa Ocidental do século V ao XV. Isso aconteceu ao longo de toda a Idade Média e o foco era nas grandes propriedades de terras que se conheciam por “feudos”.

feudalismo
Os servos cuidavam das terras no feudalismo e tinham que pagar impostos aos senhores feudais pelo seu uso

Os feudos eram de propriedade dos chamados senhores feudais, onde se tinha uma mão de obra servil.

Com o feudalismo, as terras passaram a ter mais valor, sendo transformadas em fonte de riqueza e também de poder. E ali havia uma divisão da sociedade em nobres, clero e servos.

Eram os imperadores que faziam a concentração de poder quando havia o domínio de Roma, mas no feudalismo o poder era descentralizado e estava nas mãos dos senhores feudais.

Características do feudalismo

O feudalismo se caracteriza num sistema onde há vínculos entre os homens, com uma classe de guerreiros especializados, que eram os senhores feudais, havendo entre os mesmos uma hierarquia, onde esses senhores ainda dominavam sobre um grupo que eram os servos, esse últimos sendo os que exploravam as terras dos senhores feudais, praticando a agricultura, mas em troca deveriam pagar impostos pelo uso dessas terras.

Ali quase não havia trabalho escravo, uma vez que a igreja católica condenava tal prática. Mas os servos possuíam muitas obrigações, como era o caso da chamada de corveia, que era quando os servos tinham que trabalhar sem receber nenhuma remuneração dos senhores do feudo por alguns dias.

Outra obrigação dos servos era o pagamento das banalidades, uma taxa para usar os recursos disponíveis na propriedade que era do senhor feudal.

Do que se produzia com a agricultura, somente uma pequena parte era liberada para esses servos usufruírem.

Origem do feudalismo

O que fez com que surgisse o feudalismo foi a queda do Império Romano, algo que se deu em decorrência da desestruturação do Império Romano e a da invasão dos bárbaros, que adentraram de forma violenta e saquearam a capital do império.

E tudo isso fez com que os que estavam nas cidades fugissem para os campos, onde buscariam trabalho e proteção. Isso aconteceu no século III. Foi a partir daí que nasceu os chamados colonatos, onde os que iam para os campos encontravam abrigo e em troca deveriam trabalhar para os senhores que eram donos desses campos.

Mas, além da ruralização europeia, o que também contribuiu para o surgimento do feudalismo foi o poder político ter se enfraquecido.

Contudo, diante desse cenário, quem conseguiu se fortalecer foi a igreja católica, depois da mesma haver realizado alianças com os reis bárbaros que acabaram dominando a Europa. E com isso, os povos que faziam parte desse reino se tornaram seguidores do cristianismo, com o papa tomando um importante lugar no meio político ali.

E devido ao papa tomar um papel tão fundamental nesse tipo de sistema, começou ali a tradição desses serem responsáveis por coroarem os reis, tradição essa que seguiria até o século XIX. E isso ainda serviu para fazer com que a igreja católica estivesse mais perto do poder político.

Organização das classes do feudalismo

conceito de feudalismo
O feudalismo era formado por classes, havendo também hierarquias

Como citado, no feudalismo a sociedade era composta pela nobreza, onde estavam os senhores feudais, que eram os proprietários das terras, o clero, que era a igreja católica, e os servos, esses sendo os que trabalhavam nas terras.

Nobreza

Na nobreza estavam os senhores feudais, que eram os proprietários das terras chamadas de feudos. E nas mãos desses estava toda a autoridade, com esses podendo cobrar impostos, declarar guerra com outros feudos, entre outras coisas.

Clero

A igreja católica era quem assumia o papel nessa classe, sendo que a mesma era a parte mais essencial e poderosa nesse sistema. O clero possuía a função de assegurar que houvesse um equilíbrio espiritual no feudo. E essa classe ainda usufruía e benefícios como a isenção do pagamento de impostos.

Servos

Por fim, havia também os servos, que eram em maior número e ficavam responsáveis por usar as terras para produção. Esses tinham que fazer o pagamento de vários impostos.

Uma coisa importante para mencionar sobre as classes no feudalismo é que a mobilidade social não existia, desse modo, quem fosse servo estaria nessa classe para o resto da vida.

Economia no feudalismo

Nesse modelo de organização política, social e econômica, a única atividade geradora de riquezas era a agricultura, sendo oque sustentava a sociedade. Ali ainda não havia também as transações envolvendo dinheiro, já que esse não existia.

O que existia ali era o chamado escambo, que consistia na troca de produtos. Os distintos feudos adotavam esse modelo de negociação, sendo assim que os mesmos conseguiam os produtos que não produziam, contudo que precisavam.

Enquanto isso, os servos também faziam uma troca, que era a troca da sua mão de obra pela estadia no feudo e também proteção. Mas eles mesmos ficariam responsáveis por garantir os seus alimentos.

Citação

SOUSA, Priscila. (9 de Setembro de 2022). Conceito de feudalismo. Conceito.de. https://conceito.de/feudalismo