Conceito.de

Conceito de nobreza

Escutar o artigo

Nobreza é a qualidade de nobre.  O termo é derivado do latim “nobilis”, que possui significado de “famoso” ou “superior”. Trata-se de um dos três estratos do Antigo Regime, ao lado do Clero e do Terceiro Estado (a plebe).

nobreza
foto da coroa de um rei

Após as revoluções burguesas, a nobreza foi formalmente abolida do poder político, já que a sua legitimidade não se sustentava na vontade popular embora se tenha preservado a sua influência social.

Tipos de nobreza

Há que distinguir os diferentes tipos de nobreza. Por um lado, existia uma nobreza formada pelas famílias cujas origens remontavam aos tempos do Império Romano. Pode-se dizer que é o único tipo de nobreza real, uma vez que não se pode transferir nem existe forma de ter acesso à mesma a não ser que se pertença a essas famílias.

A nobreza de privilégio, porém, era concedida pelo monarca em jeito de recompensa pelos serviços prestados ao Estado. Esta nobreza podia ser tanto pessoal (finalizava com o falecimento do sujeito) como transmissível (o nobre legava a sua condição aos seus descendentes). Neste sentido, há que dizer que a nobreza de sangue é aquela que se herda dos antecessores.

Algumas formas da nobreza eram os senhores (onde a condição dependia dos recursos económicos que lhes permitiam viver sem trabalhar), os cavaleiros (regra geral, acediam à nobreza pelos feitos militares) e os cortesãos (condição à qual se chegava pela posição na Corte).

Os nobres gozavam de algumas regalias: estavam isentos de pagar determinados impostos, dispunham de grandes extensões de terra e tinham servos à sua disposição. De um modo geral, os nobres viviam em luxuosos castelos.

Hierarquia na nobreza

conceito de nobreza
imagem de um palácio

A nobreza era organizada por hierarquias, onde na alta nobreza existiam os príncipes, os arquiduques, duques, os marqueses e também os condes. Aqueles que pertenciam a esse subgrupo da nobreza eram grandes proprietários de terra que detinham elevada influência política e acumulavam a sua autoridade sobre um certo número de vassalos.

Há ainda que se dizer que, tendo em vista a sua influência, um membro da alta nobreza poderia ter maior importância do que o rei.

Já se tratando daqueles que possuíam terras, mas que tinham menor expressão, estariam os cavaleiros, os barões e os viscondes.

Eram os cavaleiros as figuras que exprimiam melhor a organização militar que era determinada durante o período medieval. Se o cavaleiro era o dono de terras, então ele poderia apenas se dedicar ao aprimoramento das suas habilidades de luta. Mas quando esse cavaleiro não possuía terra, então ele tinha que vender seus serviços, submetendo-se ao poder de um senhor feudal em troca de algo que lhe desse o seu sustento.

Ainda sobre o cavaleiro, tamanha foi a sua importância que, além de ser um dos pilares da sociedade feudal, ele também influenciou a cultura da época. A exemplo disso há histórias sobre o rei Arthur e os Cavaleiros da Távola Redonda que enaltecem figuras como Lancelot e Tristão por seu senso de justiça, bravura e busca por aventura.

Também, existem canções que ressaltam a bravura e os valores morais dos cavaleiros, tal como algumas canções românticas épicas que podem ser encontradas na literatura medieval.

Metais nobres

Quando se fala em nobreza, há ainda outro conceito que é dos metais nobres. Esses são metais em que seus átomos possuem dificuldades para reagir quimicamente com outros tipos de elementos. Posto isso, metais nobres tratam-se de elementos químicos que contam com uma reatividade menor, se forem comparados com outros elementos químicos que estão presentes na natureza.

Uma comparação para ilustrar esse conceito seria no caso do ferro, onde esse possui uma fácil reação com o oxigênio, em contrapartida, no caso do ouro, isso não acontece. Devido a isso, considera-se o ouro como um material que é mais nobre do que o ferro.

Por conta dos metais nobres disporem de uma reatividade menor, logo, eles contam com uma resistência maior para sofrerem oxidação (que é a perda dos elétrons) e também para sofrer redução (o ganho de elétrons). São considerados como metais nobres o ouro, a platina, o cobre, a prata e também o paládio.

Nobreza: outros significados

Também, na linguagem quotidiana, a noção de nobreza relaciona-se com valores humanos como a lealdade, a honestidade e a retidão moral. Exemplo: “O Pedro é um homem de grande nobreza”, “ele fez bem em contratar aquele funcionários, é uma pessoa honesta, nobre e leal”.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (23 de Fevereiro de 2013). Conceito de nobreza. Conceito.de. https://conceito.de/nobreza