Conceito de transmutação


Jan 22, 17

Transmutação é o acto e a consequência de transmutar (transformar uma coisa em algo diferente). É importante esclarecer que o termo que nos importa tem a sua origem no latim, mais concretamente, deriva do verbo “transmutare”, que se pode traduzir como “transformar” ou “mover” e que é composto por duas partes bastante bem diferenciadas:

-O prefixo “trans-”, que significa “de um lado para o outro”.
-O verbo “mutare”, que é equivalente a “mudar”.

O termo é usado relativamente à transformação de um elemento químico, que passa a converter-se noutro. O fenómeno pode ocorrer de modo natural nos casos nos quais um elemento químico tem um núcleo que carece de estabilidade. Estes elementos originam uma fusão nuclear e emitem radiações enquanto perdem ou ganham peso atómico até que o núcleo alcança a estabilidade.

A transmutação também se pode realizar se a partir da acção humana: isto é, de modo artificial. Logo nas primeiras décadas do século XX, cientistas conseguiram transmutar elementos químicos através de bombardeios com partículas alfa para um átomo de nitrogénio.

A ideia de transmutação estava bastante presente nos alquimistas da Antiguidade, que assentaram as bases para o desenvolvimento da química moderna. Os alquimistas eram da opinião de que era possível obter a transmutação de diversos metais em ouro, baseando-se no facto de a densidade do ouro e da densidade do chumbo serem semelhantes. No contexto da alquimia, deste modo, dizia-se que uma substância conhecida como pedra filosofal tinha a propriedade de transmutar os metais em ouro ou em prata.

Precisamente na saga literária, e igualmente cinematográfica, criada pela escritora britânica J.K.Rowling sobre o jovem mago Harry Potter temos de referir que esses ditos elementos desempenham um papel fundamental. Desta forma, o primeiro volume é chamado “Harry Potter e a pedra filosofal” e tanto nesta como nos restantes romances é-nos apresentada uma personagem chamada Nicolas Flamel que procura encontrar a tal pedra.

Esse último alquimista é um personagem real da Idade Média que, de acordo com numerosas legendas, foi capaz de alcançar o dito objectivo. Em concreto, são muitas as teorias e opiniões que estabelecem que conseguiu, sim, descobrir juntamente com a sua esposa a pedra que era capaz de transformar qualquer metal em ouro e que também era considerada o da Vida Eterna.
No plano espiritual também pode aparecer a noção de transmutação. Certas religiões e crenças falam de transmutação para se referirem à mudança interna que experencia uma pessoa quando se afasta de elementos nocivos (desde acções a pensamentos) e se aproxima de Deus.

Da mesma forma, não nos podemos esquecer que ainda existe aquilo que se conhece pelo nome de transmutação sexual, que é um conjunto de procedimentos que podem levar a cabo os indivíduos e que se consideram que vão conseguir obter energia espiritual a partir da sua própria energia sexual.