Conceito.de
Conceito de

Alquimia

Alquimia é uma crença esotérica que está relacionada com a transmutação da matéria. As práticas e experiências da alquimia foram fulcrais no desenvolvimento original da química. Ainda assim, os alquimistas andavam em busca da pedra filosofal para transformar qualquer metal em ouro.

alquimia
A alquimia se trata de uma crença esotérica

A alquimia é considerada como uma ciência protótipo ou uma disciplina filosófica que abrange noções da química, da física, da astrologia, da metalurgia, do espiritualismo e da arte. As escolas de alquimia gozaram de um grande popularidade durante cerca de 2500 anos, em regiões como a Mesopotâmia, o Antigo Egito, a China, a Índia, a Grécia Antiga e o Império Romano.

Apesar das suas diversas formas e correntes, hoje em dia, a alquimia está amplamente associada à procura de um processo que permita transformar qualquer elemento em ouro e à capacidade de alcançar a vida eterna.

Os alquimistas acreditavam piamente que a pedra filosofal vermelha era capaz de transmutar meros metais em ouro, e que a pedra filosofal branca podia transformar metais vulgares em prata.

A pedra filosofal também está relacionada com o elixir da vida, uma substância que permitiria curar todas as doenças e possibilitar a vida eterna. Apesar de não existir semelhante poção, muitos alquimistas, como Paracelso, chegaram a fazer importantes descobertas na área farmacêutica.

Convém destacar que, na teoria, não é totalmente impossível converter chumbo em ouro. Para esse efeito, bastaria extrair três dos 82 protões de um átomo de chumbo e obter um átomo de ouro (de 79 protões). No entanto, na prática, as projeções de energia fazem com que esta transmutação seja inconcebível.

Se você tem apenas alguns segundos, leia estes pontos chave:
  • A alquimia é uma prática antiga que combinava ciências místicas com várias áreas de conhecimento, fazendo muitas descobertas e invenções, apesar de seus objetivos principais nunca terem sido alcançados.
  • No século XVII, Robert Boyle, Avogadro e John Dalton rejeitaram muitos conceitos alquímicos e esboçaram as bases da química moderna.
  • Hoje, a alquimia é vista como a tentativa de converter um material em outro, usando os avanços atuais em ciência e tecnologia. Um exemplo é o trabalho de cientistas que conseguiram converter cimento em metal.
  • A "alquimia mental" é um processo de melhoria e transformação da mente humana, inspirado na alquimia antiga. Não é ligado a nenhuma religião específica e foca em mudanças interiores, autoconhecimento, e desenvolvimento pessoal, com o objetivo de alcançar um estado de entendimento e realização superiores.

Outras descobertas devido a alquimia

A alquimia se tratava de uma prática bastante antiga que aliava ciências místicas com diversas áreas do conhecimento, a exemplo da Medicina, Física, Química, Metalurgia, Geometria e até mesmo Arte e Filosofia.

Mesmo com os vários esforços e com os seus objetivos nunca sendo alcançados, os alquimistas realizaram muitas descobertas e invenções (a exemplo da técnica do banho-maria, qual era usado no aquecimento lento de soluções).

No século XVII, Robert Boyle rejeitou muitos pressupostos alquimistas e disseminou os primeiros alicerces da ciência hoje chamada de química, ao lado de Avogadro e John Dalton.

Os alquimistas ajudaram no desenvolvimento de muitas técnicas, ainda que não elucidassem como os fenômenos sucediam. E até os dias atuais essa prática tem um crucial papel. Ainda sobre a alquimia, há que citar que a sua origem é incerta.

Alquimia moderna

conceito de alquimia
Dá-se o nome de alquimia moderna à aquela focada em tentar transformar um material em outro

A alquimia moderna designa a tentativa de conversão de um material em outro. Mas para isso seria necessário utilizar os avanços na ciência e tecnologia que existem nos dias de hoje. Um exemplo nesse caso seria o trabalho dos cientistas que criaram um método que consegue converter cimento em metal.

Alquimia mental

A expressão “alquimia mental” remete ao processo de mudança e aprimoramento da mente humana, com inspiração na antiga prática alquímica de transformar metais em ouro. Nesse caso, a alquimia mental indica a busca por elevar a consciência, aumentar o conhecimento e melhorar as capacidades cognitivas.

A alquimia mental não é relacionada a crenças religiosas, ainda que seja pregada por muitas religiões, mas com nomes distintos diferentes. Isso quer dizer que a mesma não tem uma relação que exclusividade com uma religião, mas encontra-se presente em muitas delas.

Essa prática trata do pensamento positivo e mostra que, ao pensar assim, se consegue enxergar oportunidades onde parece que não existe, fazendo o futuro mudar através de atitudes simples, mas que poucos tomariam.

A alquimia mental compreende a mudança interior, a procura pelo autoconhecimento e o desenvolvimento pessoal. Ela seria igual a uma jornada espiritual, com foco em atingir um estado mental elevado.

Do mesmo modo como os alquimistas procuravam a pedra filosofal, a alquimia mental foca em chegar até um estado de clareza menta e sabedoria profunda. E com isso se tem a ideia de que a mente humana, do mesmo modo como os metais na alquimia, há que ser refinada e aprimorada para chegar a um estado superior de entendimento e realização pessoal.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (22 de Maio de 2012). Atualizado em 17 de Novembro de 2023. Alquimia - O que é, conceito e definição. Conceito.de. https://conceito.de/alquimia